<
>

Barcelona flerta outra vez com pior início da história em LaLiga e escassez de gols vira 'pesadelo' para Koeman

Não bastasse a grave crise financeira, com uma dívida que supera 1,3 bilhão de euros (cerca de R$ 8,1 bilhões), o Barcelona ainda tenta encontrar alguma tranquilidade dentro de campo. Pressionado pelo início de temporada turbulento, Ronald Koeman sabe que apenas uma coisa pode dar ao elenco paz para trabalhar: vencer.

Barcelona e Levante se encaram neste domingo (26), no Camp Nou, pela 7ª rodada de LaLiga. Este jogo, com bola rolando a partir de 11h15 (de Brasília) terá transmissão EXCLUSIVA para assinantes Star+. Precisa de mais informações sobre como assistir ao vivo? Clique aqui.

Com nove pontos conquistados em cinco rodadas, o Barcelona tem convivido com um de seus piores inícios de Campeonato Espanhol nas últimas décadas.

Considerando as temporadas a partir de 1995/96, quando a Fifa determinou que as vitórias passariam a valer três pontos e não mais dois, os catalães chagarão à sexta rodada com uma pontuação superior a apenas outras quatro edições de LaLiga: 2019/20 e 2020/21, quando somou sete, e 2002/03 e 2005/06, com oito.

O início da equipe nesta temporada pode, inclusive, assumir o status de pior começo do clube na história da competição do Espanhol, 'título' que pertente à campanha anterior. Também comandado por Ronald Koeman, o Barça somou apenas 11 pontos nos oito primeiros jogos, o que não acontecia desde a edição 1991/1992.

Um dos principais motivos para a equipe pontuar pouco está na clara dificuldade de fazer gols: foram apenas oito em cinco rodadas. Segundo os dados estatísticos do portal Opta, esse desempenho tão ruim não acontecia desde 2003/04.

Esse processo de escassez, inegavelmente, passa por não contar mais com Lionel Messi.

Além da óbvia ausência de um jogador que já venceu seis vezes a Bola de Ouro, não escalar mais o argentino em seu ataque significa perder uma parcela importante de gols.

Messi foi responsável direto por 39 dos 85 gols marcados pelo Barcelona na última edição de LaLiga (30 tentos e 9 assistências). Mesmo na temporada anterior o fato pode ser claramente notado em números, já que o craque foi artilheiro e maior garçom do Campeonato Espanhol em 2019/20 com 25 bolas na rede e 21 passes decisivos.

Ainda segundo dados do portal Opta, ninguém deu mais assistências do que o argentino nas partidas de LaLiga nas últimas cinco temporadas: 64. Quem mais se aproxima deste número é o francês Karim Benzema, com 45.

Pressionado e tendo sua demissão especulada dia após dia pela imprensa espanhola, Ronald Koeman verá das tribunas sua equipe enfrentando o Levante. Expulso no empate em 0 a 0 diante do Cádiz, o holandês está suspenso neste domingo, e também não comandará o Barça no clássico diante do Atlético de Madrid, no próximo sábado (02), no Wanda Metropolitano.