<
>

Esperanças do Corinthians contra jejum, reforços têm experiência em clássicos com Palmeiras, mas não boas lembranças

play
Felipe Melo e Róger Guedes se reencontram em Corinthians x Palmeiras após 'trote' pesado em 2017; relembre (0:49)

Na ocasião, o atacante não gostou da 'brincadeira' | CLIQUE AQUI e assista ao SportsCenter AO VIVO pela ESPN no Star+ (0:49)

O Corinthians recebe o Palmeiras, neste sábado (25), às 19h (de Brasília), na Neo Química Arena, pela 22ª rodada do Brasileirão. Em campo, o time comandado por Sylvinho vai tentar quebrar o jejum de sete jogos sem vencer o arquirrival e conta com os ''recém-chegados'' Willian, Renato Augusto e Róger Guedes para isso.

No entanto, mesmo com experiência em dérbis em passagens anteriores, os clássicos não trazem lembranças tão boas para os três reforços.

A repercussão de Corinthians x Palmeiras com análises, opiniões, lances e mais, você acompanha AO VIVO, neste sábado (25), a partir das 21h (horário de Brasília), no SportsCenter pela ESPN no Star+. Clique aqui para mais informações.

A começar por Renato Augusto. Em sete jogos que disputou contra o Palmeiras, entre 2013 e 2019, contando partidas válidas pelo Brasileiro e pelo Campeonato Paulista, o meio-campista venceu um, perdeu outro e empatou cinco, sendo que um deles culminou na eliminação, nos pênaltis, por 6 a 5 na semifinal do estadual de 2015. O camisa 8 até converteu, assim como Fabio Santos, Ralf, Fagner e Gil, mas viu Petros e Elias desperdiçarem.

O único revés aconteceu em maio do mesmo ano por 2 a 0 na Neo Química Arena e coincidentemente foi a primeira derrota de Tite sob o comando da equipe corintiana pelo Brasileiro.

Já o triunfo, também por 2 a 0, aconteceu um ano antes, em 2014, no primeiro clássico do estádio de Itaquera. O time era treinador do Mano Menezes, que na época, somou três pontos e assumiu a vice-liderança do campeonato.

Willian, por sua vez, fará o seu primeiro dérbi desde o retorno do clube alvinegro. E por incrível que pareça o ''filho do Terrão'' disputou apenas um clássico contra o rival, em 2007, e acabou derrotado por 3 a 0 no Morumbi pelo Paulistão.

Na época, o técnico Emerson Leão optou por colocar o meio-campista somente no intervalo. Ele entrou e até começou bem, mas nos minutos finais, acabou desarmado no lance que originou o terceiro gol alviverde, marcado por Edmundo.

Por fim, Róger Guedes, que defendeu o Palmeiras entre 2016 e 2017 participou de quatro dérbis, todos eles pelo Brasileiro, mas também nunca marcou. Foram quatro vitórias e duas derrotas: 50% de aproveitamento.

Agora, os três reforços do time de Sylvinho terão que superar seus próprios retrospectos no dérbi para acabar com a sequência positiva do rival sobre o Corinthians, que já chega a sete jogos sem vencer a equipe alviverde.

A última vez que o Palmeiras perdeu para o Corinthians aconteceu em 2020, na derrota por 1 a 0 na primeira fase do estadual, em Itaquera. Desde então, os comandados de Abel Ferreira acumulam uma sequência de três triunfos e quatro empates diante do arquirrival.