<
>

Libertadores: Dudu se manifesta após irritação em substituição e declaração de Abel Ferreira: 'Palmeiras é muito maior que todos, claro'

No empate por 0 a 0 entre Palmeiras e Atlético-MG pela primeira partida da semifinal da Conmebol Libertadores, a substituição de Dudu na segunda etapa chamou atenção. O atacante, ao ser sacado por Abel Ferreira, mostrou-se visivelmente contrariado e chegou a ser tema na coletiva do treinador português.

Nesta quarta-feira (22), o camisa 4+3 utilizou as redes socias para esclarecer a situação. O atacante falou em trabalho coletivo e afirmou que o Palmeiras é maior que todos, corroborando o discurso de Abel Ferreira na entrevista após o confronto.

O rival de Palmeiras ou Atlético-MG sai de Flamengo x Barcelona-EQU, que fazem o primeiro jogo da semifinal nesta quarta-feira, 21h30 (de Brasília) com transmissão ao vivo do FOX Sports e também pela ESPN no Star+. Ainda não é assinante? Clique aqui e saiba mais.

"Infelizmente, não conquistamos a vitória, mas foi um resultado importante e sei que podemos jogar melhor na semana que vem. O Palmeiras é muito maior do que todos, sim, claro! E quem está no clube há anos e anos, como eu, sabe muito bem disso. Desde o meu primeiro dia aqui, nossas equipes sempre jogaram de forma coletiva e isso jamais será diferente. Pra evoluir, cada um precisa colocar a mão na consciência e entender o que pode fazer para melhorar em prol do time", escreveu Dudu no Instagram.

Veja abaixo o que disse Abel Ferreira sobre a substituição de Dudu na entrevista coletiva:

"Eu tenho que ver as imagens, mas creio que ele deve ter ficado chateado pela performance dele. Falei com meus auxiliares, acho que ele atirou as caneleiras no chão, mas, olhando o jogo que ele fez, deve estar chateado, porque sabe que pode criar e fazer mais", salientou.

"Talvez ele esteja chateado pelo rendimento não ter sido o melhor, mas isso foi fruto da forte marcação. No 1º tempo, o lateral-direito do Atlético andou atrás dele o tempo todo", explicou.

"(A substituição de Dudu por Wesley) Foi uma troca que eu fiz. Tenho que ver as imagens (da irritação), tenho que ver o que ele fez, como fez, com qual intenção fez e conversar. Aqui ninguém está acima dos interesses da equipe, e todo assunto que tivemos que resolver será cara-a-cara", assegurou.

"Ele não foi mal-educado, mas saiu triste porque, quando tentou desequilibrar as ações, as coisas não saíram bem, e acho que ficou um bocainho chateado, por não performou de acordo com sua qualidade", complementou.

Agora, as equipes se enfrentam na próxima terça-feira, novamente às 21h30 (de Brasília), desta vez no Mineirão, para definir quem avança.

Com o resultado, desta terça, Palmeiras e Atlético-MG avançam com vitória por qualquer placar na partida de volta.

Um possível empate com gols favorece o Verdão pelo critério de gol fora de casa, enquanto novo 0 a 0 leva para os pênaltis.