<
>

Koeman emite comunicado e abandona coletiva de imprensa do Barcelona: 'É preciso paciência'

O Barcelona não vive bom momento na temporada. Nos últimos dois jogos, ambos no Camp Nou, os culés perderam na estreia da Champions League para o Bayern de Munique por 3 a 0, e empataram com o Granada em 1 a 1, por LaLiga.

Nesta quarta-feira, durante a entrevista coletiva antes do jogo desta quinta contra o Cádiz, o técnico Ronald Koeman emitiu um comunicado, onde reafirma que recebe o apoio da diretoria do clube, abandonou a sala e não respondeu perguntas dos repórteres.

A partida entre Cádiz e Barcelona, pela 6ª rodada de LaLiga, terá transmissão AO VIVO pela ESPN no Star+ nesta quinta-feira (23), a partir de 17h (de Brasília). Ainda não é assinante? Clique aqui para mais informações.

"O clube está comigo em situação de reconstrução. A situação financeira do clube está ligada ao esporte, isto significa que temos que reconstruir o plantel sem sermos capazes de fazer grandes investimentos”, disse.

Além disso, o holandês passou confiança aos jogadores da base que integram o elenco profissional.

“O futebol precisa de tempo, os jovens podem ser estrelas mundiais em dois anos. O bom é que os jovens vão poder ter oportunidades como o Xavi e a Iniesta tiveram no seu dia, mas é preciso paciência. Além disso, manter-se em uma posição elevada no futebol europeu seria um sucesso”, completou.

Por fim, o treinador minimizou qualquer expectativa em relação à Champions e agradeceu o apoio da torcida no jogo contra o Granada, quando o Barcelona garantiu a igualdade no placar apenas aos 45 do segundo tempo, com gol de Ronald Araújo.

“Na Liga dos Campeões não se pode esperar milagres. A derrota contra o Bayern de Munique deve ser vista dessa perspectiva. A equipe deve apoiar, em palavras e ações. Sei que a imprensa reconhece este processo, não é a primeira vez em sua história no FC Barcelona. Contamos com o seu apoio nestes momentos difíceis, nós como plantel e jogadores estamos muito felizes com o apoio que tivemos da torcida no jogo contra o Granada. Visca el Barça”, encerrou.

Koeman chega para a partida contra o Cádiz pressionado. Segundo o Mundo Deportivo, o clube já estuda novos nomes para substituir o holandês. Xavi Hernández, lenda do Barcelona como jogador, que desde 2019 comando o Al-Sadd, seria uma das opções.