<
>

Cuca diz que Atlético-MG foi melhor que o Palmeiras em tudo e lamenta chances perdidas: 'Jogar aqui não é fácil'

Palmeiras e Atlético-MG empataram por 0 a 0, nesta terça-feira, no Allianz Parque, pelo jogo de ida da semifinal da Conmebol Libertadores, e deixaram indefinida a briga por vaga na final.

Apesar de sua equipe não ter conseguido furar o bloqueio palmeirense, após a partida, Cuca elogiou seus jogadores e afirmou que o Galo foi melhor em tudo nos 90 minutos, pelo volume de jogo imprimido.

Acompanhe a repercussão de Palmeiras x Atlético-MG logo após o jogo no Linha de Passe, com transmissão pela ESPN no Star+. Para ter mais informações, clique aqui.

“Nós jogamos na casa do adversário, um adversário que tem a mesma força que nós e fomos melhores em todos os quesitos do jogo. Posse de bola, finalizações, perdemos um penal. Isso a gente não pode deixar passar em branco. Palmeiras não teve finalizações no segundo tempo”, disse o comandante, que ainda ressaltou o fato de o jogo ser disputado em gramado sintético.

“E jogar aqui não é fácil. Para muitos, é uma novidade o próprio piso. O Palmeiras gosta da velocidade e você tem que tomar cuidado. Nós, mesmo propondo jogo, não oferecemos contra-ataques. Algumas chances do Palmeiras foram em algum erro que tivemos de saída, mas porque a gente propôs jogar como sempre jogamos”, afirmou.

“Criamos oportunidades, perdemos o pênalti, que é algo que acontece. Se é 20 centímetros para o lado, entra, e muda a história do jogo. Porém, não aconteceu e continuou o Palmeiras, também, com uma forte marcação, querendo o contra-ataque e pensando que era assim que tinha que jogar. E passou-se para o segundo jogo”, completou.

O comandante atleticano ainda falou da situação de Diego Costa, que deixou o gramado sentindo dores na parte posterior da coxa esquerda. O treinador lamentou o fato.

“Não mudamos uma vírgula do que jogamos. Podemos mudar para terça. Perdemos o Diego, a princípio, não sabemos o que acontecerá para terça. Vamos esperar o desenrolar do departamento médico, porque ele é importantíssimo para nós”, finalizou.