<
>

Palmeiras: 'Meus jogadores confiam em mim e eu confio neles, e é isso que vai nos levar à final da Libertadores', diz Abel Ferreira

Após o empate em 0 a 0 com o Atlético-MG, nesta terça-feira, pela semifinal da Conmebol Libertadores, o técnico do Palmeiras, Abel Ferreira, disse que gostou do resultado e mostrou confiança em avançar à final.

Em coletiva depois da partida, o português explicou sua escalação, que contou com surpresas como Felipe Melo na equipe titular, e salientou que confia em todos os jogadores, assim como os atletas confiam nele.

Acompanhe a repercussão de Palmeiras x Atlético-MG logo após o jogo no Linha de Passe, com transmissão pela ESPN no Star+. Para ter mais informações, clique aqui.

"Eu olho para o que os jogadores fazem nos treinos e jogos (para decidir a escalação). Não tenho contrato nem com os jovens, nem com os experientes. Jogam os que entendo que estão melhores", afirmou.

"A diretoria me paga para tomar decisões. Algumas vezes bem, outras vezes mal. Entendi que a melhor equipe que eu tinha para dar resposta hoje foi essa, com os jogadores que vinham atuando menos", seguiu.

"Para mim, a cobrança tem que ser igual sempre em cima de todos, dos mais experientes aos mais jovens. Jogar no Palmeiras é jogar em um clube único. Quando ganha, você é o maior. Quando não ganha, é um idiota. Quando ganha, é porque jogaram os que são melhores. Quando perde e não jogaram os guris, é porque não jogaram os guris...", argumentou.

"Temos que ser fiéis aos nosso princípios, e é isso que estou fazendo desde que cheguei aqui. Eu confio nos meus jogadores, e eles confiam em mim. É isso que vai nos levar à final da Libertadores", concluiu.

Agora, as equipes se enfrentam na próxima terça-feira, novamente às 21h30 (de Brasília), desta vez no Mineirão, para definir quem avança.

Com o resultado, desta terça, Palmeiras e Atlético-MG avançam com vitória por qualquer placar na partida de volta.

Um possível empate com gols favorece o Verdão pelo critério de gol fora de casa, enquanto novo 0 a 0 leva para os pênaltis.