<
>

Libertadores: Quem é o técnico que aceitou o Rio para estudar medicina e o único a vencer mais que Renato

Renato Gaúcho pode entrar – ainda mais – na história da Conmebol Libertadores nesta semana, quando o Flamengo inicia a semifinal contra o Barcelona-EQU, nesta quarta-feira (22), no Maracanã.

A partida entre Flamengo e Barcelona de Guayaquil, que acontece nesta quarta-feira (22), a partir de 21h30 (de Brasília), terá transmissão AO VIVO no FOX Sports e também pela ESPN no Star+. Ainda não é assinante? Para ter mais informações, clique aqui.

O técnico rubro-negro está a uma vitória de empatar com o colombiano Gabriel Ochoa Uribe como treinador com mais triunfos na história da Libertadores. Uribe tem 49, enquanto Renato entra em campo nesta terça com 48.

Renato, porém, tem 78 partidas na competição, contra 116 de Uribe, que também é o treinador com mais jogos na Libertadores.

Apesar de nunca ter vencido o maior torneio da América do Sul, Uribe é uma lenda na Colômbia, onde tem nada menos do que 14 títulos do campeonato nacional: 7 pelo América de Cali, 6 pelo Millonarios e um pelo Santa Fé.

Uribe faleceu em agosto de 2020, aos 90 anos, e deixou um legado gigante no futebol sul-americano.

Como jogador, atuando na posição de goleiro, ele ganhou 4 títulos colombianos pelo Millonarios, atuando ao lado de ninguém menos do que Alfredo Di Stéfano.

O dado curioso é que Uribe começou no futebol cursando Medicina paralelamente com a carreira de atleta. E a paixão pela medicina o fez até vir ao Rio de Janeiro.

Entre 1955 e 1956, ele defendeu o América-RJ, mas não só por causa do futebol, como também para fazer um curso de especialização em Medicina na Cidade Maravilhosa.

Depois das glórias e até uma passagem pela seleção colombiana, Uribe se aposentou dos campos em 1991, quando passou a exercer a segunda profissão. É esse o tamanho do legado que Renato Gaúcho tentará superar assim que a bola rolar no Maracanã.