<
>

Juventus anuncia prejuízo assustador de R$ 1,3 bilhão e volta a defender Superliga como salvação

play
Juventus de CR7 ou Milan com legião brasileira? Bertozzi escala 'time ideal'; VEJA (5:59)

Juventus e Milan se enfrentam neste domingo (19), às 15h45, pelo Campeonato Italiano | CLIQUE AQUI e assista AO VIVO pela ESPN no Star+ (5:59)

A Juventus anunciou nesta sexta-feira que fechou o ano fiscal de 2020/21 com um prejuízo de quase 210 milhões de euros, ou pouco mais R$ 1,3 bilhão.

Em comunicado, a equipe italiana voltou a defender a criação da Superliga Europeia como "salvação" para os grandes clubes do continente, que vivem séria crise financeira.

Assista Juventus x Milan, neste domingo, às 15h45 (de Brasília), com transmissão pela ESPN no Star+. Para ter mais informações, clique aqui.

A "Velha Senhora", aliás, foi uma das grandes mentes por trás do anúncio da criação da Superliga, em abril deste ano, com mais dois times da Itália. três da Espanha e seis da Inglaterra.

No entanto, após uma série de reações negativas, principalmente dos torcedores, as equipes foram uma a uma pulando fora do projeto.

No momento, só restam Juve, Real Madrid e Barcelona do grupo original dos fundadores, apesar da Uefa seguir fazendo ameças de punições aos times "rebeldes".

"Em 19 de abril de 2021, a Juventus, ao lado de outras 11 grandes equipes europeias, anunciou a criação da Superliga, uma nova competição continental, alternativa à Liga dos Campeões da Uefa, mas não às ligas e copas nacionais", disse o clube bianconero, no comunicado.

"A competição serie organizada e comandada pela ESLC (Companhia Superliga Europeia), empresa criada pelos 12 clubes fundadores, na qual todos são membros e acionistas com os mesmos direitos, de forma que a Superliga tivesse como proprietários exclusivos apenas os clubes, e não terceiros. Desta forma, seria possível separar as discussões de negócios entre os que estão no mundo do futebol e as rádios e televisões que comandam os direitos de transmissão", seguiu.

"Atualmente, não é possível prever com exatidão qual será o futuro do projeto da Superliga, mas a Juventus segue acreditando que ele é legítimo", complementou.

No comunicado, a Juventus ainda afirmou que seu déficit gigantesco em 2020/21 ainda é reflexo do turbilhão causado pela pandemia de COVID-19.

Vale lembrar que, em 2019/20, a "Velha Senhora" também havia apresentado prejuízo, mas menor: 89,7 milhões de euros, ou R$ 556,18 milhões (na cotação atual).