<
>

Abel Ferreira e Patrick de Paula são absolvidos pelo STJD e poderão estar em Chapecoense x Palmeiras

O técnico Abel Ferreira, a auxiliar João Martins e o meio-campista Patrick de Paula, todos do Palmeiras, ficaram livres de qualquer punição do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) nesta quarta-feira, por conta das expulsões na partida contra Atlético-MG, na 16ª rodada do Brasileirão.

Desta forma, o trio estará presente no jogo do próximo sábado, contra a Chapecoense, pelo Campeonato Brasileiro.

Todos os citados já cumpriram suspensão automática contra o Cuiabá e poderiam tomar uma suspensão maior de um a seis jogos por "assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva", segundo o CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva).

Abel, Patrick e João questionaram fortemente a arbitragem de Bruno Arleu de Araújo na ocasião.

Patrick de Paula foi expulso logo na primeira etapa após escorregar e atingir com força o volante Jair. Como já havia tomado o primeiro amarelo, o meio-campista foi mandado mais cedo para o vestiário, causando revolta alviverde. Abel e João também acabaram expulsos por reclamação.

Na ocasião, o Palmeiras perdeu por 2 a 0, e a ausência de um jogador acabou prejudicando o desempenho da equipe.

Em coletiva, Abel contestou a expulsão e disse esperar "que os árbitros não tenham guerra" contra ele.

Patrick e João foram absolvidos pelo STJD, enquanto Abel Ferreira teve sua denúncia retirada pela Procuradoria.

Sem a punição, o trio estará disponível para enfrentar a Chapecoense, no próximo sábado, na Arena Condá. O jogo é válido pela 21ª rodada do Brasileirão e será disputado às 17h (de Brasília).