<
>

Messi, Mbappé e Neymar juntos pela 1ª vez no PSG? Relembre estreias e números de tridentes históricos

O acanhado estádio Jan Breydel, em Bruges, na Bélgica, provavelmente viverá nesta quarta-feira (15) um momento que promete ficar na história: a estreia do trio Messi, Mbappé e Neymar no Paris Saint-Germain. Com 100% no Campeonato Francês, com transmissão ao vivo pela ESPN no Star+, o time francês encara o Club Brugge fora de casa, pela rodada abertura do Grupo A da Champions League.

Mbappé é quem lidera as estatísticas do PSG na temporada, com quatro gols e duas assistências em cinco jogos. Neymar e Messi atuaram poucos minutos e esperam recuperar o ritmo de jogo e o entrosamento dos tempos em que destruiam defesas ao lado de Luis Suárez no Barcelona.

Por falar em MSN, será que o novo ataque do Paris terá tanto sucesso como outros tridentes famosos que brilharam na Europa nos últimos anos? O ESPN.com.br escolheu cinco formações históricas, uma delas ainda ativa, e levantou o desempenho de cada um, a começar pelo jogo de estreia.

Quem ficou mais na história? Compare os números e deixe o seu voto abaixo!

BBC

DURAÇÃO: 5 temporadas

TÍTULOS*: 12 (4x Champions League, 3x Mundial de Clubes, 1x LaLiga, 1x Copa do Rei, 1x Supercopa da Espanha e 2x Supercopa da Europa)

GOLS: 442 (249 de Cristiano Ronaldo, 105 de Karim Benzema e 88 de Gareth Bale)

ESTREIA: empate por 2 a 2 com o Villarreal, pelo Campeonato Espanhol 2013/14 (Bale e Ronaldo marcaram)

Não há um tridente com números tão impressionantes como o que o Real Madrid teve entre 2013 e 2018. Ao contratar Bale do Tottenham, o time merengue reuniu o galês ao lado de Benzema e Cristiano Ronaldo, no clube desde 2009, e criou um ataque bem difícil de parar.

Com os três, o Real passou a mandar na Europa, com direito a um tricampeonato seguido que não acontecia desde o Bayern de Beckenbauer, na década de 1970. A parceria se desfez quando CR7, logo após a Copa do Mundo de 2018, transferiu-se para a Juventus.

* Gareth Bale, machucado, não participou de duas conquistas: Mundial de Clubes de 2016 e Supercopa da Europa de 2016

MSN

DURAÇÃO: 3 temporadas

TÍTULOS: 9 (1x Champions, 1x Mundial, 2x LaLiga, 1x Supercopa da Europa, 1x Supercopa da Espanha e 3x Copa do Rei)

GOLS: 363 (153 de Messi, 120 de Suárez e 90 de Neymar)

ESTREIA: derrota por 3 a 1 para Real Madrid, pelo Campeonato Espanhol 2014/15 (Suárez deu assistência para Neymar marcar)

Talvez o único trio que possa competir com o que o BBC do Real Madrid fez. A parceria histórica entre os maiores jogadores de Brasil, Argentina e Uruguai da época durou de 2014 a 2017, até Neymar partir para o PSG, pelo recorde histórico de 222 milhões de euros, um ano antes do Mundial de 2018, na Rússia.

Enquanto estiveram juntos, os três criaram um forte laço de amizade fora de campo, que existe até hoje e facilitou muito o entrosamento nos gramados. Foram 363 gols em três temporadas, nove troféus e uma época de conquistas, futebol espetacular e admiração que o Barça jamais voltou a viver.

Salah, Firmino e Mané

DURAÇÃO: está na 5ª temporada (desde 2017/18)

TÍTULOS: 4 (1x Champions, 1x Mundial, 1x Premier League e 1x Supercopa da Europa)

GOLS: 279 (128 de Salah, 86 de Mané e 65 de Firmino)

ESTREIA: empate por 3 a 3 com Watford, pelo Campeonato Inglês 2017/18 (cada um fez um gol, Salah e Firmino deram uma assistência cada)

Único dos tridentes da lista que ainda pode melhorar seus números, já que permanece junto no elenco do Liverpool. A parceria começou em 2017/18, a partir da chegada de Mohamed Salah da Roma, e mostrou logo na estreia como será difícil pará-los: um empate por 3 a 3 com o Watford, em que todos fizeram gol.

O estilo envolvente e de alta rotação do trio levou o Liverpool a quebrar um jejum de 30 anos sem título inglês, além de garantir uma Champions, um Mundial (sobre o Flamengo de Jorge Jesus) e mais uma Supercopa. O auge da parceria parece ter ficado para trás, mas os três estão lá, em Anfield, para mostrar o contrário.

Rooney, Tevez e Ronaldo

DURAÇÃO: 2 temporadas

TÍTULOS: 6 (2x Premier League, 1x Champions, 1x Mundial, 1x Copa da Liga e 1x Supercopa da Inglaterra)

GOLS: 140 (68 de Cristiano Ronaldo, 38 de Rooney e 34 de Tevez)

ESTREIA: vitória por 2 a 0 sobre o Chelsea, pelo Campeonato Inglês 2007/08 (Tevez fez um gol, Saha marcou o outro)

Um ataque histórico no futebol inglês, capaz de fazer estragos sérios nas defesas adversárias, mas que durou pouco. Único dos tridentes citados na reportagem a vencer logo no primeiro jogo, e justamente um clássico, prova do que estava por vir nos meses seguintes.

Comandados por Alex Ferguson há anos, Rooney e Cristiano Ronaldo ganharam a companhia de Tevez, emprestado pelo West Ham no verão de 2007, o que fortaleceu o ataque e levou o United a ganhar seis títulos, entre eles uma Champions. Só acabou porque Tevez, irritado por idas para a reserva, decidiu sair para o Manchester City em 2009.

Messi, Eto'o e Henry

DURAÇÃO: 1 temporada

TÍTULOS: 3 (1x LaLiga, 1x Champions e 1x Copa do Rei)

GOLS: 100 (38 de Messi, 36 de Eto'o e 26 de Henry)

ESTREIA: derrota por 1 a 0 para o Numancia, pelo Campeonato Espanhol 2008/09

O único tridente que ficou ativo por apenas uma temporada. Mas que temporada, fã de esporte! A primeira da era Pep Guardiola no Barça, que acabou com a conquista de todos os títulos em disputa e abriu espaço para futuras taças nos meses seguintes.

Messi, Henry e Eto'o estavam no elenco do Barça na temporada anterior, em 2007/08, mas Ronaldinho Gaúcho ainda era absoluto no ataque culé. A saída do brasileiro deu espaço aos três, que anotaram exatos 100 gols em um ano, foram campeões três vezes e só não ficaram juntos porque Eto'o foi envolvido na compra de Zlatan Ibrahimovic e rumou para a Inter de Milão.