<
>

São Paulo e Daniel Alves têm conversas por acordo, mas negociação vira 'corrida contra o tempo'; entenda

play
Dani Alves no Flamengo? 'Não temos nada a ver com o problema do São Paulo com ele', afirma Braz (0:54)

Flamengo apresentou David Luiz na tarde desta segunda-feira; CLIQUE AQUI e assista ao melhor do futebol pela ESPN no Star+ (0:54)

A negociação sobre a rescisão de contrato entre São Paulo e Daniel Alves começa a virar uma 'corrida contra o tempo', principalmente para o lateral-direito.

De acordo com informações do portal GE, existe um otimismo entre as partes para que se cheguem a um acordo nos próximos dias em relação a rescisão do contrato e o acerto do pagamento da dívida, que ultrapassa os R$ 18 milhões. O São Paulo exige o parcelamento em até 36 vezes do valor total.

No entanto, apesar dos avanços da conversa, a negociação ainda não foi concretizada, e Daniel Alves tem apenas até o dia 24 para se desvencilhar do Tricolor, acertar com o novo clube e ser inscrito no Campeonato Brasileiro. O clube não trabalha com o prazo de dez dias, mas quer evitar que as conversas se arrastem e causem ainda mais desgaste entre as partes.

O lateral tem apenas seis partidas pelo São Paulo na competição, o que o permite defender outro clube. Nos últimos dias, especulou-se que o Flamengo pode ser o próximo destino do atleta da seleção brasileira. Marcos Braz, vice-presidente de futebol do Rubro-Negro, disse que a chegada dele ao clube é 'pouco provável'.

A ida para outro clube é um fator determinante para Daniel Alves também em relação a seleção brasileira. Convocado pelo técnico Tite para partidas das eliminatórias para a Copa do Mundo do Catar, em 2022, o lateral-direito precisa seguir atuando em alto nível para ter novas oportunidades.

Entenda o caso

Logo após a vitória por 2 a 0 da seleção brasileira em cima do Peru pelas eliminatórias da Copa do Mundo, no Recife, os empresários de Daniel Alves comunicaram ao São Paulo sobre a ausência do craque no treinamento da sexta-feira.

Horas depois, a diretoria do São Paulo realizou uma coletiva de imprensa para informar que Daniel Alves não voltaria a entrar em campo pelo clube enquanto a dívida não fosse regularizada.

Na questão financeira, as partes ainda não se entenderam. De acordo com o Blog do Menon, do portal UOL, o São Paulo não pensa em sustentar o acordo até dezembro de 2022, quando termina o vínculo com Daniel Alves, enquanto o lateral deseja sustentar o pagamento até o fim.