<
>

Ex-Palmeiras, Fernando quer brilhar na Champions em grupo com Real Madrid e Inter de Milão: 'Sei do meu potencial'

O atacante Fernando espera que o Shakhtar Donetsk possa melhorar a última campanha da temporada passada e avançar às oitavas de final da Champions League. O jogador vive a expectativa de estar em campo na primeira partida do torneio, nesta quarta-feira, contra o Sheriff, da Moldávia, às 13h55 (de Brasília).

"A estreia é sempre diferente, ainda mais na Champions. Com certeza vai ser um jogo difícil, mas vamos em busca de vencer e pontuar bem já de início. Nos preparamos muito bem e estamos muito focados para fazer um grande jogo", disse à ESPN.

A equipe ucraniana está no Grupo D, que tem os gigantes Real Madrid e Inter de Milão, que se enfrentam na outra partida da chave.

"Nosso primeiro objetivo é conseguir somar o maior número de pontos para buscar uma vaga nos mata-matas. Sabemos das dificuldades e do alto nível dos adversários, mas temos condições de fazer bons jogos e buscar esse objetivo".

Na última temporada, o Shakhtar venceu os dois duelos contra o Real Madrid pela fase de grupos (2 a 0 e 3 a 2), mas não se classificou para as oitavas de final da Liga dos Campeões.

"O Shakhtar enfrentou algumas vezes e se deu bem nos últimos anos... Real Madrid é sempre uma equipe muito difícil, é o maior ganhador de Champions, mas temos um bom time também e podemos jogar de igual para igual. Temos um bom histórico, mas isso fica no passado. Vamos pensar jogo a jogo e quando for a vez do Real Madrid vamos nos preparar bem para somar pontos".

Revelado no Palmeiras, Fernando fez apenas duas partidas como profissional antes de ser vendido para o Shakhtar, em 2018. Na temporada seguinte, ele foi emprestado ao Sporting-POR antes de retornar ao time ucraniano.

"Acabei tendo uma lesão [em Portugal] que me atrapalhou e não consegui jogar. Foi importante como aprendizado, mas não aconteceu do jeito que esperávamos. Fui bem recebido, todos me deram muita atenção, mas em campo não consegui fazer meu melhor. Pude voltar e estou muito feliz no Shakhtar".

Na atual temporada, o atacante, de 22 anos, tem duas partidas e um gol marcado na vitória por 2 a 0 sobre o Dnipro pelo Ucraniano.

"Foi um momento muito importante e de grande felicidade. Vinha trabalhando muito para que saísse esse gol e pude conseguir. Foi uma jogada bonita, que procuro tentar fazer essa batida e deu certo. Comemorei muito e espero que seja o primeiro de vários outros nessa temporada".

"Quero fazer a minha melhor temporada no Shakhtar. Eu me preparei bem na pré-temporada, estou muito bem fisicamente, mentalmente e vou em busca disso. Temos um elenco muito bom, a disputa interna é grande, mas sei do meu potencial e quero ir em busca de jogar em alto nível".