<
>

Copa do Brasil: Fred e Hulk se enfrentam pela 1ª vez em mata-mata e fazem duelo à parte em Fluminense x Atlético-MG; confira

Após empate em 1 a 1 na última segunda-feira (23), em São Januário, pelo Campeonato Brasileiro, Fluminense e Atlético-MG se reencontram novamente na temporada - e no Rio de Janeiro -, mas por uma competição diferente. Nesta quinta-feira (26), às 21h30, no Estádio Nilton Santos, as duas equipes começam a decidir vaga para as semifinais da Copa do Brasil. E apesar de viverem momentos distintos, têm em comum o fato de contarem com dois nomes experientes no ataque.

Ex-companheiros de seleção brasileira, Fred, do Fluminense, e Hulk, do Atlético, disputaram juntos a Copa do Mundo de 2014 no Brasil e pela primeira vez na história se enfrentam em um mata-mata. E a dupla vem embalada na temporada com números expressivos, o que torna este encontro um duelo à parte. No início da semana, na primeira partida entre os dois no futebol brasileiro, um ponto para cada lado.

Na artilharia, os dois jogadores possuem números parecidos. Enquanto Fred, de 37 anos, é o artilheiro do Fluminense na temporada 2021 com 16 gols, Hulk, de 35, lidera a contagem de bolas na rede no Atlético com 18, ou seja, só duas a mais.

A diferença maior aparece em relação às assistências e ao número de partidas disputadas: Hulk lidera com 41 jogos e 11 assistências, enquanto Fred entrou em campo 30 vezes na temporada e só deu três passes diretos para gol.

Em relação à pontaria, a do camisa 9 tricolor segue mais afiada nos últimos jogos: foram quatro bolas nas redes nas últimas cinco partidas, enquanto no mesmo período Hulk marcou a metade dos gols (2).

Fred também leva vantagem em relação ao fato de já ter uma Copa do Brasil no currículo, conquistada com o Cruzeiro em 2018, enquanto Hulk ainda não tem nenhuma. Aliás, no futebol brasileiro, o camisa 7 do Galo tem só dois títulos até aqui: Campeonato Baiano (2005), com o Vitória, e Mineiro (2021).

Veja os números completos de Fred e Hulk na temporada 2021:

Fred:

Campeonato Carioca: 7 jogos, 6 gols e 0 assistências

Copa do Brasil: 4 jogos, 1 gol e 1 assistência

Campeonato Brasileiro: 10 jogos, 2 gols e 0 assistências

Libertadores: 9 jogos, 7 gols e 2 assistências.

Hulk:

Campeonato Mineiro: 11 jogos, 2 gols e 2 assistências

Copa do Brasil: 4 jogos, 2 gols e 1 assistência

Campeonato Brasileiro: 16 jogos, 7 gols e 5 assistências

Libertadores: 10 jogos, 7 gols e 3 assistências.

Sobre os momentos distintos das duas equipes, enquanto o Galo vem embalado, há cinco jogos consecutivos sem derrota, o Tricolor não sabe o que é vencer há exatas cinco partidas.

O desempenho no Brasileiro e Conmebol Libertadores também é diferente: o Atlético vem embalado na liderança da competição com 38 pontos e há 10 rodadas sem perder, além de ter se classificado para as semis da competição continental. E a equipe ainda briga por um terceiro título, o da Copa do Brasil.

Já o Flu, ocupa o 16º lugar na tabela do Brasileiro, com 18 pontos e apenas dois à frente do Grêmio, que abre o Z-4. Na Libertadores, o clube carioca foi recentemente eliminado pelo Barcelona de Guayaquil, do Equador, nas quartas, e portanto a Copa do Brasil é uma das grandes esperanças da equipe para a sequência da temporada. E após a demissão de Roger Machado, Marcão assumiu o comando da equipe até o fim do ano.