<
>

São Paulo: Muricy explica campanha ruim no Brasileiro e revela quem será nova aposta para centroavante

Muricy Ramalho explicou por que o São Paulo faz uma campanha ruim no Campeonato Brasileiro e também revelou qual será a nova aposta da comissão técnica para tentar encontrar um centroavante, após o fim das negociações com Dario Benedetto.

Em entrevista ao narrador Nilson Cesar, o coordenador de futebol tricolor culpou as lesões e também a inexperiência da comissão técnica de Hernán Crespo no Brasileirão para justificar a má campanha.

O time está na zona de rebaixamento, em 17º lugar, desempenho que contrasta com o sucesso nos torneios de mata-mata. O São Paulo está nas quartas da Conmebol Libertadores e oitavas da Copa do Brasil, onde enfrenta o Vasco na quarta-feira (4).

"Converso muito com o Crespo. Eles estão apenas conhecendo o Brasileiro, que é muito complicado. Tem muita distância, os times se preparam demais, desde o começo tem que estar ligado. Por que no mata-mata está indo muito bem? Por que ele se concentra ali, naquele lugar. No Brasileiro, não dá para pensar que lá na frente recupera, porque não é assim", disse o dirigente.

"O São Paulo está sofrendo um pouco porque não está conseguindo repetir o time. São muitas contusões. Estamos há 10 dias conversando sobre isso. A gente não teve descanso, uma grande pré-temporada, não tem tempo. Nosso time recupera e joga, recupera e joga. Temos que ter um plantel maior".

Ao falar da necessidade de reforços, Muricy disse que o ideal era ter mais dois ou três jogadores. Uma posição que o clube procura é a de centroavante. Após sondar as situações de Santos Borré, Jonathan Calleri e Dario Benedetto, o São Paulo busca outros nomes. Quem ganhará vaga nos próximos treinos é Juan, revelação de 19 anos da base.

"Agora vamos trazer o Juan da base, centroavante nosso, para treinar com o time, como foi com o Marquinhos", revelou Muricy, que também comentou o desacordo com Benedetto.

"Não tem como. Se eu falar a cifra, e vinha por empréstimo, você vai falar que não é possível. A gente tenta, cara, estamos tentando. O clube vai acabar se a gente fizer isso. Temos que ter tranquilidade. Estamos procurando, eu mesmo fico vendo vídeos o dia todo, possibilidade de jogador fora do país. Quando vai falar de parte econômica, assusta. E tem que ter responsabilidade. Nós não fracassamos no Benedetto. Se eu falar a soma, você vai falar que fizemos certo".