<
>

PSG: por que reforço de R$ 432 milhões foi vaiado por todo o estádio na estreia oficial pelo clube

O PSG iniciou oficialmente sua temporada neste domingo com derrota para o Lille na Supercopa da França. Além do resultado, chamou atenção na partida o que viveu Achraf Hakimi, reforço de 70 milhões de euros (cerca de R$ 432 milhões) dos parisienses.

O lateral marroquino foi vaiado por todo o Bloomfield Stadium, em Tel Aviv, Israel, onde a partida foi realizada. O país não tem boas relações diplomáticas com os árabes-muçulmanos, algo que ficou claro com as hostilidades em relação a Hakimi.

O árabe do norte da África foi vaiado desde seu primeiro toque na bola por boa parte dos 29 mil presentes.

Hakimi nunca se furtou de apoiar o lado palestino no conflito com Israel. Em suas redes sociais, por exemplo, ele escreveu “Palestina Livre” no último dia 10 de maio, quando o conflito armado entre as nações teve nova escalada.

O PSG volta a campo no próximo sábado, quando estreia pelo Campeonato Francês diante do Troyes, às 16h (de Brasília), com transmissão da ESPN Brasil.