<
>

Organizada do São Paulo se revolta com arbitragem, fala em absurdo e dispara: 'Gol de mão de Maradona cai no ranking hoje'

Com muita polêmica, São Paulo e Palmeiras empataram por 0 a 0 neste sábado (31), no Morumbi. O Tricolor saiu na bronca com a arbitragem por conta de dois gols e um pênalti anulados.

Após a partida, além de Carlos Belmonte, diretor de futebol do São Paulo, detonar a arbitragem, a principal organizada do clube paulista também se pronunciou.

"No momento da anulação do segundo gol tínhamos que se retirar de campo. O que aconteceu hoje no futebol brasileiro é uma das coisas mais absurdas do futebol mundial. O gol de mão de Maradona na Copa do Mundo cai de ranking hoje", escreveu a organizada no Twitter.

No 1º tempo, Rigoni marcou para o São Paulo, mas seu gol foi anulado pelo VAR por impedimento. Acerto da arbitragem.

Um dos lances mais polêmicos da partida foi a anulação do pênalti marcado para o São Paulo no 1º tempo.

O árbitro Luiz Flávio de Oliveira inicialmente assinalou penalidade de Gustavo Gómez em cima de Marquinhos.

No entanto, após revisar o lance no VAR, ele mudou de ideia e cancelou a marcação, para revolta dos tricolores e alívio dos alviverdes.

O lance mais polêmico do Choque-Rei aconteceu já nos minutos finais do clássico, no Morumbi.

Após cruzamento de Reinaldo para a área, Patrick de Paula desviou, Gustavo Gómez resvalou e a bola morreu no fundo das redes de Weverton.

No entanto, o VAR pediu revisão, e Luiz Flávio de Oliveira viu interferência de Miranda (que estava impedido) na jogada, anulando o tento.

Com o resultado, o São Paulo vai a 12 pontos, sobe para o 16º lugar e dorme fora da zona do rebaixamento.