<
>

Oitavas de final da Copa do Brasil registra recorde de clubes nordestinos

As disputas das oitavas de final da Copa do Brasil começam nesta terça-feira. Entre as equipes classificadas para a etapa, seis são da região do Nordeste, número histórico na competição. São elas: Vitória, Fortaleza, CRB, ABC, Bahia e Juazeirense.

“Os resultados esportivos não são por acaso. Tudo isso é fruto de muito trabalho, investimento na região e um povo que é apaixonado por futebol. Nos últimos anos, o Nordeste conseguiu manter pelo menos quatro equipes na elite do futebol brasileiro. É um processo que está se consolidando e agora estamos vendo os resultados nesta edição da Copa do Brasil”, afirma Marcelo Paz, presidente do Fortaleza.

Na fase anterior, a equipe eliminou o arquirrival Ceará. No início da temporada, os clubes fecharam em conjunto o maior patrocínio máster da história do futebol cearense. No atual uniforme de jogo, as agremiações possuem cinco patrocinadores em comum.

Jogadores do Fortaleza comemoram gol marcado por Felipe, que abriu caminho para a classificação nas oitavas da Copa do Brasil. (Foto: Divulgação/Leonardo Moreira)

Com passagem pelo futebol local, Marcelo Segurado, executivo de futebol, exalta o desenvolvimento na estrutura dos clubes.

“Quando cheguei ao Ceará, conheci o projeto e senti que o potencial para uma reconstrução era enorme. Na minha primeira temporada, conquistamos o acesso para a Primeira Divisão, encerrando um longo jejum que incomodava a torcida. O clube possui uma estrutura completa, é bem administrado e deve brigar por conquistas importantes futuramente”, ressalta Segurado.

Além disso, a Copa do Nordeste passou a ser utilizada como laboratório para as equipes da região anteciparem a formação do elenco e para buscar um padrão tático logo no início da temporada. Para Júnior Chávare, gerente de futebol do Bahia, a boa fase das equipes em torneios nacionais evidencia o alto nível técnico.

“É um torneio com uma exigência muito alta para os clubes, temos que fazer uma preparação de muita qualidade. No caso do Bahia, conseguimos disputar o Campeonato Baiano com nossa equipe de transição, com convicção da diretoria, levando a competição regional com foco principal”, analisou Júnior.

Com o embate entre regional Fortaleza e CRB, pelo menos uma equipe nordestina já está garantida entre as oito melhores da Copa do Brasil. Será a quarta temporada consecutiva com um representante nesta fase.