<
>

Do Barcelona às estrelas na mira do City: o que sabemos sobre sete novelas ainda sem fim no mercado da bola

play
Barcelona apresenta Depay, que manda muito bem nas famosas embaixadinhas e até 'descansa' bola no peito (0:40)

Via Twitter @FCBarcelona | Holandês foi apresentado no Camp Nou nesta quinta-feira (0:40)

Falta menos de um mês para o início da temporada 2021-22 na Europa, com a Premier League, LaLiga, Bundesliga e Ligue 1, todos com início antes do meio de agosto, já a Série A começa em 22 de agosto. Mas apesar de todas as ligas principais se prepararem para entrar em ação, o mercado de transferências ainda não começou a ganhar vida.

Grandes movimentos têm sido observados por sua ausência. O Liverpool começou cedo fechando um acordo de 36 milhões de libras (R$260 milhões) pelo zagueiro do RB Leipzig Ibrahima Konate, enquanto o Manchester United concluiu uma busca de dois anos por Jadon Sancho ao concordar com o pagamento de 72,9 milhões de libras (R$520 milhões) pelo atacante do Borussia Dortmund, com apenas a papelada final impedindo que essa transferência fosse oficialmente confirmada.

O Paris Saint-Germain teve uma excelente janela, somando Sergio Ramos, Gianluigi Donnarumma e Georginio Wijnaldum em transferências gratuitas, assim como Achraf Hakimi, da Inter de Milão, enquanto o Milan também foi aos negócios com a contratação de Olivier Giroud e Fikayo Tomori, do Chelsea.

Mas onde estão os negócios mais importantes que estavam em pauta no fim da temporada? Harry Kane, Erling Haaland, Raphael Varane e Jack Grealish ainda estão nos mesmos clubes da temporada passada, enquanto Lionel Messi pôs fim à ideia de uma saída do Barcelona, ao se comprometer com um novo contrato no Camp Nou.

Paul Pogba e David De Gea não deixaram o Manchester United e Mohamed Salah continua sendo jogador do Liverpool, apesar da especulação contínua na última temporada sobre uma transferência para a Espanha.

Assim, com a nova temporada de clubes dobrando a esquina, a ESPN avaliou a situação das novelas de transferência que estão ainda a espera de serem resolvidas.

Harry Kane

Faz agora dois meses que o capitão inglês Kane deixou claro ao Tottenham Hotspur que queria deixar o clube, mas o novo técnico do Spurs, Nuno Espirito Santo, espera que o jogador de 27 anos faça parte do seu projeto para a nova temporada.

O Manchester City é o destino mais provável de Kane, com os campeões da Premier League precisando de um substituto para Sergio Aguero após sua ida para o Barcelona. Mas com três anos de contrato com o Spurs, o City enfrenta a necessidade de pagar pelo menos 150 milhões de libras (R$1 bilhão) para persuadir o clube londrino a vender. Apesar de sua riqueza, cortesia do proprietário Sheikh Mansour bin Zayed al Nahyan, o City sempre se afastou dos negócios que consideram muito caros - Virgil van Dijk sendo um exemplo recente quando o City se recusou a pagar os 75 milhões de libras (R$537 milhões) avaliados pelo Southampton em janeiro de 2018 - e fontes disseram à ESPN que não pagariam 150 milhões por Kane.

O contrato de Kane é o fator chave aqui porque o Tottenham não corre o risco de perder seu principal jogador gratuitamente no futuro próximo. O City tem vários jogadores que estão dispostos a oferecer para fazer um acordo - Riyad Mahrez, Aymeric Laporte, Gabriel Jesus, Bernardo Silva e até Raheem Sterling poderiam ser usados para convencer o Spurs a assinar um acordo, mas Kane pode ter que forçar o assunto com o presidente do clube, Daniel Levy, para ter esperança de conseguir uma mudança para a próxima temporada.

Raphael Varane

Depois de ter firmado um acordo com Dortmund por Sancho, a próxima prioridade do Manchester United é contratar Raphael Varane do Real Madrid. Fontes disseram à ESPN que o United está confiante de que o zagueiro francês vai estar no Old Trafford a tempo para a abertura da Premier League contra o Leeds no dia 14 de agosto. Fontes também disseram que Varane quer se transferir para o United após 10 anos no Santiago Bernabéu.

O suspense nesta fase por parte do Real consiste no desejo de aumentar o valor da transferência pelo jogador de 28 anos, com o time espanhol querendo inicialmente 70 milhões de libras por um jogador cujo contrato expira no final da próxima temporada. Fontes disseram que uma taxa de 50 milhões de libras (R$360 milhões) seria mais realista pelo zagueiro, mas o United acredita que esse valor pode ser ainda mais reduzido. A necessidade do Real de levantar fundos e cortar sua conta salarial para reconstruir a equipe de Carlo Ancelotti é o motivo pelo qual eles provavelmente concordarão com o negócio, mas como o United já percebeu inúmeras vezes no passado, lidar com o Real nunca é fácil.

O United também está interessado em contratar o lateral Kieran Trippier do Atlético de Madri, com fontes que dizem que o jogador quer voltar às suas raízes no noroeste da Inglaterra. O United quer que o Atlético diminua sua expectativa por uma proposta de transferência de 35 milhões de libras (R$250 milhões) antes de fazer um acordo pelo jogador de 30 anos.

Barcelona

A decisão de Messi de assinar um novo contrato em Barcelona não acontecerá sem consequências para os planos de reestruturação do treinador Ronald Koeman no Camp Nou. Embora manter Messi tenha sido a maior prioridade, o capitão argentino continua sendo um grande gasto para o clube, apesar de ter aceitado um corte de 50% no salário para ficar. O presidente do clube, Joan Laporta, disse que as finanças do clube estão piores do que ele imaginava quando foi eleito em março, com uma dívida bruta de quase 1,2 bilhão de euros (R$7,3 bilhões).

play
0:40

Barcelona apresenta Depay, que manda muito bem nas famosas embaixadinhas e até 'descansa' bola no peito

Via Twitter @FCBarcelona | Holandês foi apresentado no Camp Nou nesta quinta-feira

A falta de dinheiro provocou até agora três contratações gratuitas - Aguero, Eric Garcia e Memphis Depay - mas jogadores estão quase certos de deixar o clube a fim de permitir que mais negócios aconteçam.

Antoine Griezmann, contratado pelo Atlético de Madri em 2019 por 120 milhões de euros, deve retornar ao seu antigo clube em um acordo de troca envolvendo o meio-campista Saul Niguez. Esse acordo tiraria o salário de Griezmann de 300 mil euros por semana da folha de pagamento do Barca. Miralem Pjanic, Ousmane Dembele, Philippe Coutinho, Martin Braithwaite e Samuel Umtiti estão todos disponíveis, mas seus salários do Barcelona provavelmente serão um obstáculo para qualquer clube disposto a fazer uma tentativa para contratá-los.

Erling Haaland

O atacante do Borussia Dortmund deu poucos sinais de desejar deixar o Signal Iduna Park, apesar de ter se tornado o alvo número 1 de todos os grandes clubes da Europa.

O Chelsea, necessitando de um goleador confiável, tentou testar a disposição do Dortmund em virtude de o clube alemão enfrentar a cláusula de liberação do norueguês de 68 milhões de libras que se tornará válida em 2022, mas nem o Dortmund nem Haaland morderam a isca. Tendo concordado com a saída de Sancho para o Manchester United, é improvável que o Dortmund permita que outro de seus principais atacantes deixe o clube para a próxima temporada, mas há uma expectativa de que o Haaland deixe o clube em 12 meses.

play
0:22

Viralizou! O vídeo de Mahrez com Haaland que está deixando a torcida do Manchester City sonhar

Riyad Mahrez, craque do City, parece estar curtindo as férias ao lado de Erling Haaland, astro do Dortmund.... e a publicação em que ambos aparecem juntos bombou nas redes sociais!

Haaland completou 21 anos nesta quarta-feira (22), e fontes disseram à ESPN que o ex-atacante do FC Salzburg não tem pressa para deixar Dortmund, com seus amigos e conselheiros acreditando que mais um ano na Bundesliga vai ajudar no seu desenvolvimento. Mas com o fato de que o jogador mais popular do futebol mundial estará disponível por apenas 68 milhões de libras (R$480 milhões) no ano que vem, espera-se que em 2022 ele seja contratado por uma grande quantia.

play
0:35

Haaland dá baile e 'castiga' comissão técnica do Borussia Dortmund em 'futetênis'

Norueguês mostrou o carisma de sempre durante as atividades do clube alemão

Paul Pogba

Desde que assinou com o Manchester United em um acordo de 89,1 milhões de libras com a Juventus em 2016, o futuro de Paul Pogba no Old Trafford raramente tem saído das manchetes.

Neste verão, o impacto financeiro contínuo da pandemia causada pela COVID-19 no esporte diminuiu o espaço ocupado pela novela de Pogba, mas talvez seja o período mais decisivo de seu período no United. Com o contrato do meio-campista francês expirando em junho de 2022, é hora de do United decidir qual será o futuro de Pogba. Ou ele assina um novo contrato neste verão ou o United corre o risco de perdê-lo gratuitamente daqui a 12 meses. Pogba pode negociar uma transferência gratuita para um clube fora da Premier League já em 1º de janeiro de 2022.

O United não recebeu nenhuma indicação de que Pogba pretende assinar um novo contrato que vincule o jogador de 28 anos ao clube pelo resto de sua carreira, mas também não há nenhuma sensação de que uma transferência esteja na agenda devido à falta de clubes dispostos a igualar seus salários de 300 mil euros (R$ 2,1 milhões) semanais. Fontes disseram à ESPN que é provável que Pogba tenha que terminar seu contrato e decidir seu próximo desafio apenas na outra temporada - mas um novo acordo no United daqui a 12 meses continua sendo uma opção porque poucos outros clubes são capazes de pagar seu salário.

Jack Grealish

O meio-campista do Aston Villa é considerado um alvo prioritário pelo técnico do Manchester City, Pep Guardiola, mas contratá-lo pode custar aos campeões até 100 milhões de libras (R$ 717 milhões). Com o City também na caça ao Kane, o custo potencial significa que o City deve gerar receita através da venda de alguns dos jogadores considerados dispensáveis às exigências de Guardiola.

Grealish assinou um contrato de cinco anos com o Villa até 2025, mas não se sabe se o inglês negociou uma cláusula de liberação antes de fechar o acordo. Mas o contrato de 33 milhões de libras (R$ 236 milhões) do Aston Villa com o meia do Norwich, Emiliano Buendia, no mês passado sugeriu que o clube já está se preparando para a vida sem Grealish, que não é previsto para voltar ao clube até o fim deste mês devido a uma pausa pós-Euro 2020.

A determinação de Guardiola em contratar Grealish faz deste acordo um negócio que é provável aconteça antes do início da temporada.

Arsenal

Tendo ficado de fora das ligas europeias na última temporada, o Arsenal começou a reformular o elenco de Mikel Arteta. Nuno Tavares já concretizou sua transferência de 6,8 milhões de libras (R$ 50 milhões) do Benfica, enquanto uma transferência de 50 milhões de libras (R$ 360 milhões) foi acordada com Brighton pelo zagueiro inglês Ben White - um acordo que poderia ser concluído antes de os Gunners viajarem para os Estados Unidos para participar da Florida Cup.

play
0:32

Premier League: Arsenal renova e dá a camisa 10 para 'cria da casa' de apenas 20 anos de idade

O meia Emile Smith Rowe renovou contrato com o clube de Londres

Mas o Arsenal enfrenta a concorrência pelo meia italiano Manuel Locatelli e por Houssem Aouar, do Lyon. A Juventus está em negociação com Locatelli sobre uma transferência de 34,3 milhões de euros (R$ 245 milhões) do Sassuolo, que seria um empréstimo inicial antes de um acordo permanente daqui 12 meses. Fontes disseram que Sassuolo só aceitará um acordo definitivo nesta temporada, o que pode aumentar as chances do Arsenal de contratar um dos grandes destaques da Euro 2020.

E o Tottenham aparece como o principal rival na corrida pela contratação de Aouar, que tem sido alvo do Arsenal há um ano. Fontes disseram à ESPN que os Spurs estão preparados para oferecer Tanguy Ndombele como parte de qualquer acordo para assinar Aouar, mas o Arsenal permanece na disputa pelo francês.