<
>

Libertadores: Inter tenta ser 5º brasileiro nas quartas e garantir marca inédita e histórica ao país

O Brasil está a apenas uma classificação de fazer história na Conmebol Libertadores e conseguir o que nenhum outro país fez no maior torneio interclubes do futebol sul-americano.

Com Atlético-MG, Flamengo, Palmeiras e São Paulo garantidos nas quartas de final, o Brasil tentará colocar, pela primeira vez, ao menos cinco representantes na fase que antecede a semifinal.

O recorde pode acontecer já nesta quinta-feira (22), quando o Internacional recebe o Olimpia, às 21h30 (de Brasília), no Beira-Rio, com transmissão ao vivo do FOX Sports. O ESPN.com.br acompanha o confronto em Tempo Real, com vídeos.

O Colorado precisa de uma simples vitória sobre os paraguaios para fazer companhia aos quatro brasileiros e garantir seu lugar nas quartas. No primeiro jogo, em Assunção, deu 0 a 0. Assim, o Olimpia avança se empatar com gols em Porto Alegre.

Caso o Inter caia, ainda há uma outra oportunidade para o Brasil, pois o Fluminense recebe o Cerro Porteño no dia 3, no Maracanã. A situação tricolor é ainda mais favorável, já que venceu por 2 a 0 fora de casa.

Na Libertadores, o máximo de times do mesmo país a jogarem as quartas de final foi quatro, em 2009 (Palmeiras, Cruzeiro, São Paulo e Grêmio), 2010 (Flamengo, Internacional, Cruzeiro e São Paulo), 2012 (Fluminense, Santos, Vasco e Corinthians), 2018 (Boca Juniors, Independiente, River Plate e Atlético Tucumán) e 2019 (Grêmio, Palmeiras, Flamengo e Internacional).

O formato da Libertadores, com fase de grupos e mata-mata a partir das oitavas, existe desde 1989. E o Brasil pode atingir um recorde para ficar na história.