<
>

PSG: mercado agitado tem brasileiro sob pressão, pitada de tensão no vestiário e mais nomes na lista

play
Gianluigi Donnarumma assina com PSG por cinco temporadas (0:58)

O arqueiro encerrou seu vínculo com o Milan na última temporada e estava livre no mercado. Por conta disso, o clube francês conseguiu contratar Donnarumma de graça. Ele defendia a equipe italiana desde 2015. (0:58)

“Grandes contratações? Nós faremos algumas, faremos algumas.”

Enquanto Nasser Al-Khelaifi respondia ao jornal francês “L’Equipe” sobre transferências nesta janela, o presidente do PSG tinha um sorriso no rosto. Era maio, a temporada 2020/21 havia acabado de se encerrar. O mercado já estava na cabeça de todos. O time de Paris realmente poderia fortalecer o elenco? Quanto poderia gastar? Quem seria contratado?

Meses depois, já é possível dizer que o dirigente não estava mentindo.

As grandes contratações chegaram, e o mercado ainda não acabou. Georginio Wijnaldum, Achraf Hakimi, Sergio Ramos e Gianluigi Donnarumma são os novos jogadores do PSG. E ainda há grandes nomes nos quais o clube está interessado. Paul Pogba é a prioridade no meio-campo. Um novo empréstimo de Moise Kean seria bem-vindo se o Everton aceitasse. Eduardo Camavinga, jovem astro do Rennes, é alternativa se a estrela do Manchester United não voltar à França. O atacante Joaquin Correa, da Lazio, agrada tanto ao diretor esportivo Leonardo, quanto ao técnico Mauricio Pochettino, segundo apurou a ESPN.

E, não por nada, o PSG esteve determinado a tentar a sorte na contratação de Lionel Messi também. O plano não prosperou, já que a ESPN confirmou que o argentino chegou a um acordo para a renovação com o Barcelona, mas o interesse existiu.

O foco do PSG era na contratação de jogadores livres. O clube fez isso com Wijnaldum, Donnarumma e Ramos. Talvez seja a melhor lista de nomes sem contrato que uma mesma equipe já conseguiu – na história. A busca também se estendeu a atletas que tinham apenas mais um ano de vínculo, o que poderia representar boas oportunidades com custos mais baixos – é o caso de Pogba e Camavinga.

play
0:58

Gianluigi Donnarumma assina com PSG por cinco temporadas

O arqueiro encerrou seu vínculo com o Milan na última temporada e estava livre no mercado. Por conta disso, o clube francês conseguiu contratar Donnarumma de graça. Ele defendia a equipe italiana desde 2015.

Hakimi é a única exceção. A Inter de Milão precisava levantar dinheiro com o lateral de 22 anos, e o PSG buscava reforço para a posição. Os 60 milhões de euros (quase R$ 362 milhões na cotação atual) acabaram sendo um valor justo.

E não vamos esquecer que, durante a temporada, Neymar (até 2025) e Angel Di Maria (2022) também renovaram seus contratos, assim como Juan Bernat (2025) e Julian Draxler (2024).

O brasileiro Leonardo estava sob pressão. Ele tinha que entregar uma janela de sucesso. Ainda há muito a se fazer, especialmente na tentativa de achar novos clubes para jogadores que não estão mais nos planos Pochettino, mas ele superou as expectativas até aqui com os nomes que conseguiu contratar.

O treinador, inclusive, está animado com o quão forte seu elenco está. Alguns jogadores vão sair (Mitchel Bakker já foi para o Bayer Leverkusen, enquanto Leandro Paredes, Pablo Sarabia, Ander Herrera, Layvin Kurzawa e Thilo Kehrer estão disponíveis para ofertas), mas o potencial desse time já impressiona.

Claro, novas contratações, especialmente as de peso, normalmente trazem um pouco de tensão para o vestiário. O goleiro Keylor Navas não esteve feliz com a chegada de Donnarumma, que será um concorrente direto por seu lugar no time. Depois de uma boa temporada, o costarriquenho não entende o motivo da contratação de alguém para a posição. Presnel Kimpembe, igualmente, se incomodou com a chegada de Ramos, que não foi contratado para ser reserva.

“Nós nunca vamos parar de ser ambiciosos”, disse Al-Khelaifi. Após algumas janelas silenciosas, o PSG quis marcar posição. Depois de perder uma final e uma semi de Champions League em anos consecutivos, o clube quis mostrar aos grandes da Europa como faz negócios, especialmente com as regras de fair play financeiro se enfraquecendo.

Os parisienses também quiseram mostrar as intenções a Kylian Mbappé. As negociações por um novo contrato estão em andamento, e um time competitivo sempre foi algo central. A mensagem do astro francês, que está em seu último ano de vínculo, pode ser traduzida assim: “Me mostrem que podemos construir uma equipe capaz de vencer a Champions”.

Para convencê-lo a ficar, é isso que o PSG está fazendo. Mbappé está impressionados com as contratações e acredita que Pochettino fará algo especial com esse elenco. Mas ele ainda não assinou a renovação de contrato.

Por enquanto, o PSG é o vencedor desta janela de transferências. Ainda assim, o sentimento no clube é de que o mercado ainda não acabou, e há mais por vir.

Há dez anos, a Qatar Sports Investments assumiu o clube e busca a Champions desde então. O PSG acredita firmemente em Pochettino e agora com o forte elenco à disposição. Com a experiência ainda das últimas temporadas, eles nunca estiveram tão perto do objetivo.

play
0:35

O primeiro dia de Sergio Ramos treinando como jogador do PSG; VEJA

Via: @scespn | Zagueiro mostrou disposição e cumprimentou novos companheiros