<
>

De reunião com Messi a palavra: jornal conta bastidores de como Barcelona conseguiu três reforços de graça

play
Lionel Messi autografa tatuagem de fã brasileiro; assista (0:16)

Igor Magalhães tem uma tattoo gigante nas costas do craque argentino comemorando um gol pelo Barcelona (0:16)

Afundado em uma dívida de mais de R$ 4 bilhões e precisando de uma reformulação técnica dentro de campo, o Barcelona tenta se reestruturar com reforços à altura do clube.

Até o momento, a nova diretoria comanda por Joan Laporta tem dado resultado e obtido sucesso nas negociações. Recentemente, o clube catalão anunciou a contratação de quatro reforços: Sergio Aguero, Eric Garcia, Memphis Depay e Emerson.

De todos os reforços, o Barcelona desembolsou 'apenas' 12 milhões de euros, cerca de R$ 50 milhões para contar com o lateral-brasileiro que estava no Real Bétis. Nos outros casos, o time catalão fez uso de suas próprias peças para conseguir convencer os reforços.

O Marca, da Espanha, informa que Ronald Koeman procurou Memphis Depay, Lionel Messi conversou com Kun Agüero e o próprio Laporta procuou Eric García. Cada um foi responsável pela estratégia de convencimento que, por incrível que pareça, funcionou.

Com isso, o time catalão conseguiu todos os nomes de graça. Até o momento, a única negociação que não funcionou foi com Georginio Wijnaldum, que optou por ir ao Paris Saint-Germain.

Apesar das contratações, o Barcelona corre atrás de novos reforços e deve anunciar outros nomes nas próximas semanas.