<
>

Hulk deixa o campo indignado e acusa arbitragem de 'marcação': 'O fato de eu ser forte significa que não sofro falta?'

Jogando no Mineirão no encerramento da 5ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Atlético-MG até saiu na frente, mas sofreu o empate por 1 a 1 contra a Chapecoense nesta segunda-feira. E o atacante Hulk não saiu contente com o resultado...e a arbitragem.

Após a partida, em entrevista ao SporTV, o atacante acusou a arbitragem do Brasil de 'marcação' em cima dele.

"Na Europa, no mundo inteiro, você tem um diálogo com o árbitro. No primeiro lance que eu chutei, ele falou pra mim 'Isso que eu quero ver de você, que não caia'. Falei 'poxa, então eu estou caindo nos outros jogos?'", começou Hulk.

"Eu sou o jogador que mais está tomando pancada, não reclamo pra ninguém, os árbitros estão vendo, e depois vem falar pra mim pra não cair? E no lance ali ele me deu amarelo. Respeito a decisão dele, mas pra mim não foi, dou do lado o carrinho, ele falou que dei por trás. Se aquilo é pra amarelo não tem futebol, pelo amor de Deus", continuou o atacante.

"Todo jogo falam 'você é muito forte'. Sim, o fato de eu ser forte significa que eu não sofro falta? Pelo amor de Deus, está virando marcação já...", finalizou Hulk, deixando de forma ríspida o local da entrevista no campo.