<
>

Áustria domina Ucrânia e garante classificação para enfrentar a Itália na próxima fase da Eurocopa

A Áustria se garantiu na próxima fase da Eurocopa. Nesta segunda-feira (21), a equipe venceu a Ucrânia, fora de casa, por 1 a 0, graças a um gol de Baumgartner, aos 21 minutos do primeiro tempo. É a primeira vez na história que os austríacos vão ao mata-mata da Euro.

A Áustria dominou as ações da partida, principalmente com uma 'blitz' nos primeiros 15 minutos. A estratégia da Ucrânia foi de abrir mão da posse de bola e apostar nos contra-ataques, mas não conseguiu se livrar do sufoco imposto pelos austríacos.

Após tanto rondar a área da Ucrânia, a Áustria abriu o placar na bola parada. Alaba cobrou escanteio venenoso do lado esquerdo e Baumgartner colocou para o fundo das redes. A equipe visitante seguia assustando e impôs um forte ritmo, mas não conseguiu ampliar o marcador.

A Ucrânia, no entanto, mal figurava no campo de ataque. Em toda a partida, o time de Schevchenko acertou apenas uma finalização no gol da Áustria. No segundo tempo, a Ucrânia apostou na entrada do brasileiro naturalizado Marlos, ex-Coritiba e São Paulo, mas pouco pôde fazer para mudar a situação da equipe.

Situação no campeonato

O triunfo levou a Áustria aos seis pontos em três partidas disputadas, se garantindo na segunda colocação do Grupo C, atrás somente da Holanda.

A Ucrânia, por outro lado, depende ainda de outros resultados para saber se avançará a próxima fase entre um dos melhores terceiros colocados da competição.

O cara: Alaba

Capitão da seleção da Áustria, Alaba foi quem conduziu as ações de ataque da equipe, que começou sufocando, principalmente pelo lado esquerdo e com franca participação do mais novo reforço do Real Madrid.

Foi dos pés de Alaba, em cobrança de escanteio, que Áustria abriu o marcador. O atleta alternou entre lateral-esquerdo e até mesmo como ponta-esquerdo em boa parte do segundo tempo da vitória em cima da Ucrânia.

Foi mal: Malinovski

Com a aposta no contra-ataque, a Ucrânia ficou fechada no campo de defesa e tinha Malinovski como 'ponta de lança' aberto pelo lado direito para tirar a equipe do desafogo e espetar a Suíça, que vinha com toda pressão.

Porém, a participação do nome da Atalanta foi praticamente nula. Lançado em velocidade em mais de uma oportunidade, o atleta esteve isolado e praticamente não venceu nenhuma disputa contra a defesa da Áustria.

O incomôdo de Shevchenko com o atleta foi tanto que Malinoski deixou o gramado ainda no intervalo e foi substituído por Tshyankov.

Próximos jogos

Com a classificação em segundo lugar, a Áustria enfrentará a Itália. A partida de oitavas de final acontecerá no próximo sábado (26), no Estádio de Wembley, em Londres, na Inglaterra.

A Ucrânia, por outro lado, aguarda a realização das outras partidas da primeira fase para saber se avançará com uma das melhores terceiras colocadas.