<
>

Copa América: Lugano explica por que Argentina e Uruguai, e não o Brasil, são os favoritos ao título

A segunda rodada da Copa América teve início nesta quinta-feira com duas partidas e, mesmo ainda longe da final, Argentina e Uruguai são as favoritas ao título. Essa é a opinião de Diego Lugano.

Às 21h, a seleção brasileira enfrenta o Peru, com transmissão da ESPN Brasil e do ESPN App.

O ex-zagueiro da seleção uruguaia, em entrevista ao Diário Olé, apontou os motivos que colocam os dos países do rio da Prata, e não o Brasil, como os favoritos à conquista.

"Enfim, insisto, a Copa vai começar nas quartas de final. Mas eu já disse aqui no Brasil, e eles não gostaram muito, que pra mim os favoritos são Uruguai e Argentina, indiscutivelmente", começou por afirmar.

Conheço bem os brasileiros: venceram a última edição, sobram nas Eliminatórias e só pensam na Copa do Mundo, eles nem queriam jogar a Copa América. Então há algo emocional que joga a favor do Uruguai e da Argentina", completou.

"Se o Brasil precisava mesmo dessa Copa, como foi em 2019, ninguém tira porque está um passo acima da gente, mas o contexto acho que dá chances. Parece que Argentina e Uruguai são os que mais querem esta Copa, e um deles vai ganhá-la", finalizou o comentarista dos canais esportivos da Disney.

Na primeira rodada, enquanto o Uruguai folgou, o Brasil venceu a Venezuela, enquanto a Argentina empatou com o Chile. Nesta sexta-feira (18), as equipes de Óscar Tabárez e Lionel Scaloni se enfrentam, às 21h, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília.