<
>

Começo duro para o City, teste no Natal para o Liverpool, Arsenal sob pressão: o que grandes podem esperar do calendário da Premier League?

play
De férias, Aubameyang joga pelada com os amigos e anota golaços (0:12)

O astro do Arsenal não teve dó da galera durante o jogo (0:12)

A Premier League divulgou a tabela da próxima edição. Enquanto alguns sofreram com um caminho duro no início, como Manchester City e Chelsea, outros iniciam de uma maneira mais tranquila teoricamente, como o Liverpool.

A ESPN analisou o início das principais equipes do futebol inglês. Tem um Manchester City x Tottenham logo no início. Além disso, alguns contam com clássicos dentro de um mesmo mês e até sequência pesada no período do Natal. Veja abaixo.

United tem início tranquilo; alerta é ligado em outubro e novembro

Embora o confronto de abertura do Manchester United com o Leeds United seja difícil, a equipe de Ole Gunnar Solskjaer não enfrenta nenhum time do Big Six até outubro, quando, no dia 23, terá pela frente o Liverpool. Antes desse jogo, o United joga fora contra Southampton, Wolverhampton e West Ham. E vai receber equipes como Newcastle United, Aston Villa e Everton.

Não tendo conquistado nenhum troféu desde a Liga Europa de 2017 - sem título da liga desde que Sir Alex Ferguson se aposentou em 2013 - a pressão sobre Solskjaer está crescendo para ganhar os principais troféus nesta temporada.

Vice-campeão na última temporada, o United precisa aproveitar seu início favorável desta vez se quiser ter alguma perspectiva de ganhar o título. Um início ruim faria a pressão se intensificar em outubro, quando o time inicia as pedreiras, viajando para enfrentar Leicester e Tottenham. Entre os dois jogos, aparece o clássico contra o Liverpool. Já em novembro, também é difícil, a equipe terá jogos contra Manchester City, Chelsea e Arsenal.

Um começo difícil para o City, mas o histórico é positivo

O Manchester City teve seu pior início de temporada em mais de 10 anos na última edição, mas ainda assim acabou com uma margem de 12 pontos como campeão, fazendo com que o início irregular não o prejudicasse. No entanto, o City, sem dúvida, tem um desafio e tanto pela frente nas primeiras partidas da temporada, começando no dia da estreia contra o Tottenham.

Depois, ainda terá pela frente uma sequência dura até o sétimo jogo, com duelos contra Arsenal, Leicester City, Chelsea e Liverpool. Se eles conseguirem ultrapassar esse início complicado, a recompensa vem mais no fim da tabela.

Depois do duelo contra o Liverpool, no dia 9 de abril, em casa, os seis jogos finais do City são mais tranquilos teoricamente: contra Wolves, Watford, Leeds, Newcastle, West Ham e Aston Villa. Rodadas em que a expectativa de muitos pontos conquistados nas últimas rodadas seja grande.

A pressão está sobre Arteta desde o primeiro dia

A Arteta tem que entregar ao Arsenal nesta temporada o que não conseguiu garantir na última temporada: a presença em campeonatos internacionais. Só que o sorteio de jogos não foi gentil com o comandante dos Gunners.

O time estreia contra o Brentford fora de casa, e o jogo pode ser tão bom quanto a vitória por 3 a 0 da temporada passada no Fulham. Só que os "Bees" são perigosos e podem facilmente incomodar.

Se o Arsenal tropeçar na abertura, eles precisarão reagir em casa contra o Chelsea ou contra o Manchester City em seus próximos dois jogos para manter a pressão baixa. Um clássico do norte de Londres em casa contra o Tottenham, no dia 25 de setembro, pode ser muito problemático para Arteta se seu time não conseguir garantir um início promissor para a temporada.

Um início suave para o Liverpool, mas o Natal será um teste

A equipe de Jurgen Klopp estreia fora de casa contra o Norwich City, seguido de um jogo em casa contra o Burnley, que venceu em Anfield na última temporada.

Na terceira rodada, os Reds recebem o Chelsea, para depois medirem forças contra o Leeds. Por contar disso, o alerta de perigo é ligado para esses jogos de abertura.

Por outro lado, o período de Natal promete ser um grande teste para as perspectivas do Liverpool com três jogos fora de casa. A equipe terá pela frente Tottenham, Leicester e Chelsea no espaço de duas semanas. Dentro dessa série de partidas, o Liverpool também enfrentará o Leeds, em Anfield, no dia 26 de dezembro.

play
0:22

Viralizou! O vídeo de Mahrez com Haaland que está deixando a torcida do Manchester City sonhar

Riyad Mahrez, craque do City, parece estar curtindo as férias ao lado de Erling Haaland, astro do Dortmund.... e a publicação em que ambos aparecem juntos bombou nas redes sociais!

Abertura exigente para o Chelsea

O Chelsea espera disputar o título da Premier League nesta temporada após vencer a Champions League. Mas o time de Thomas Tuchel, que enfrenta o Villarreal, pela Supercopa da UEFA, no dia 11 de agosto, provavelmente tem um começo ainda mais difícil do que o Manchester City.

O Chelsea abre com um jogo em casa contra o Crystal Palace, que estará com um novo treinador após a saída de Roy Hodgson. Depois, enfrentará Arsenal, Liverpool, Aston Villa, Tottenham e City nos próximos jogos. Por outro lado, o Chelsea, em seus 12 últimos jogos do campeonato, enfrentará apenas um outro time do Big Six: o Manchester United, no dia 15 de maio.

play
0:45

Doni conta bastidores da relação com Luis Suárez, no Liverpool: 'Depois do jantar, a gente ficava horas conversando'

Ex-goleiro foi o convidado do Resenha Digital desta semana, com André Plihal

Início complicado para o Tottenham, com clássico londrino em setembro

Além da estreia dura contra o Manchester City, o Tottenham ainda terá pela frente na sequência Wolves, Watford e Crystal Palace. Esses jogos de abertura serão cruciais para o novo técnico por conta dos clássicos de Londres contra o Chelsea e o Arsenal, ambos em setembro.

Assim, para o Tottenham, existe a chance de ter um começo muito promissor para o novo treinador. Mas igualmente, se os resultados não forem bons, ele estará muito pressionado desde o início da temporada.