<
>

Novela Mbappé x Real tem obstáculo grande, situações de Vinicius Jr., Rodrygo e mais cinco, diz jornal

A contratação do atacante do Paris Saint-Germain Kylian Mbappé pelo Real Madrid não será nada fácil. Se não bastasse a questão financeira, o Merengue terá que passar por alguns outros obstáculos se quiser contratar o astro de 22 anos, como publicou nesta quarta-feira (16) pelo jornal espanhol Mundo Deportivo.

Segundo o veículo, para trazer Mbappé para a Espanha, o Real terá que resolver algumas questões, entre elas a permanência de Gareth Bale, que ainda tem contrato com o clube até junho de 2022, e também a situação de outros atacantes que ainda fazem parte do plantel merengue e que são muitos.

Mbappé não deixaria o Parque dos Príncipes sem no mínimo ter a certeza de que terá uma vaga cativa no time titular dos Blancos. O clube espanhol, por sua vez, precisará abrir espaço para o astro francês e esta não será uma missão tranquila, já que o momento financeiro do Real não é do melhores e gastos excessivos com altos salários de jogadores que não atuam com frequência estão descartados.

É aí que entram as situações de atacantes como Rodrygo, Vinicius Jr., Reinier, Luka Jovic, Take Kubo, e Brahim Díaz, sendo os quatro últimos jogadores que retornaram de empréstimos recentemente. E para trazer Mbappé, o Real Madrid terá que analisar muito bem a situação de cada um deles, e a saída de alguns pode ser a melhor alternativa.

Já Bale, que no momento está concentrado com País de Gales na disputa da Eurocopa 2020, ainda tem situação indefinida, e o clube espanhol não pode tomar nenhuma decisão precipitada em relação ao futuro do atacante galês.

O jogador de 31 anos tem um salário astronômico de 17 milhões de euros (R$ 104,2 milhões nas cifras atuais) anuais, algo que poderia ser resolvido com um novo empréstimo, como aconteceu na última temporada, quando o Tottenham dividiu os valores com o Real Madrid, mas ainda há outra questão.

Se for emprestado, Bale só retornaria alguns dias antes do término do seu contrato com o Merengue, ou seja, o clube espanhol deixaria de lucrar com uma possível transferência. Vale lembrar que o investimento pela sua contratação foi alto, tendo custado 100 milhões de euros, em 2013, aos cofres do time, cifras que chegam aos R$ 315 milhões (nas cifras da época).

Enquanto isso, Mbappé, que também só tem contrato até o fim de junho de 2022, segue concentrado com a França na Euro, assim como Bale.