<
>

Justiça determina penhora de R$ 2,5 milhões do Botafogo

O Botafogo tem sofrido com as penhoras desde que foi desligado do Ato Trabalhista. O último caso é o do ex-volante Leandro Guerreiro.

O jogador, que atuou entre 2007 e 2010 pelo Botafogo, entrou na Justiça em 2012 e conseguiu a penhora dos patrocínios do clube. No total do processo, os alvinegros terão que desembolsar mais de R$ 2,5 milhões. Com isso, a diretoria enfrentará problemas, visando não atrasar os pagamentos.

O Botafogo ganhou processo contra Willian Arão, mas a maior parte do valor que deve ser pago pelo atleta já está penhorada.

Os dirigentes do Alvinegro seguem buscando um jeito de voltar ao Ato Trabalhista, que impede a penhora de valores na Justiça.

Dentro de campo, o Botafogo enfrenta o Londrina, fora de casa, na quinta-feira. A partida, válida pela 4ª rodada do Brasileirão Série B, será disputada no Estádio do Café, às 19h00.