<
>

Mourinho revela que chorou com Eriksen caído e diz o que ouviu de jogador da Dinamarca

play
Eriksen cai desacordado em campo no jogo de estreia da Dinamarca na Eurocopa (1:45)

A cena chocante aconteceu aos 42 minutos do primeiro tempo. Eriksen recebeu uma cobrança de lateral pelo lado esquerdo do campo, mas imediatamente desabou no gramado, já desacordado. (1:45)

Comentarista durante a Eurocopa na Talksport, o técnico José Mourinho, que assumiu a Roma para a próxima temporada, revelou que ficou bastante impactado com a situação do meia Christian Eriksen, que desmaiou na partida entre Dinamarca e Finlândia, recebeu massagem cardíaca e precisou ser hospitalizado.

No entanto, após a Federação Dinamarquesa de Futebol atualizar o quadro de Eriksen e confirmar que o meia encontra-se estável no hospital, onde realiza exames complementares, Mourinho afirmou que é para se comemorar.

"Não consigo parar de pensar no que aconteceu ontem (sábado). Acho que hoje é um dia para celebrar e não para ficar triste. O futebol entrou neste caminho, com todos os protocolos, a qualidade dos médicos e eu também acredito que Deus estava a olhar para aquele campo naquele momento. Tudo isto junto ajudou o Christian a ficar conosco, a ficar vivo. Acho que isto também mostrou os bons valores deste esporte, o amor e a solidariedade. Eu chorei quando vi o Eriksen caído e acho que muitos milhões à volta do mundo também o fizeram. É a prova de que este sporte consegue juntar as pessoas".

Antigo treinador do Tottenham, o 'Special One' treinou Eriksen por poucos meses em 2019 até o jogador se transferir para a Inter de Milão. O técnico revelou que falou com Hojberg, compatriota do meia que atua nos Spurs.

"Não consegui falar com o Christian diretamente, mas falei com o Hojbjerg que me trouxe notícias animadoras. Eles estão muito positivos".