<
>

Campeonato Espanhol pode ter 22 jogadores na Copa América 2021

Foram nada menos que 13 nações latino-americanas com pelo menos um jogador na primeira divisão da Espanha na temporada 2020/2021. Isso é praticamente toda a região, que conta com 80 jogadores na LaLiga Santander. E é claro que alguns deles marcariam presença na Copa América 2021, que será disputada no Brasil entre os dias 13 de junho de 09 de julho.

Uma das estrelas que mais brilha na LaLiga é, sem dúvidas, Lionel Messi. O argentino permaneceu no Barcelona para a última temporada e fez bonito conquistando mais uma vez o prêmio Pichichi, de artilheiro da competição. Além disso, colocou outro jovem talento da América do Sul sob suas asas, já que o zagueiro-central uruguaio Ronald Araújo, de 21 anos, foi promovido à equipe titular do Barça e também estará na Copa América.

O Uruguai, aliás, é uma das seleções que mais representadas no Campeonato Espanhol. E é impossível falar da Celeste e não citar o atual campeão Atlético de Madrid. Foi no último verão europeu que os Colchoneros contrataram Luis Suárez em uma das maiores transferências da janela. Por lá, El Pistolero reencontrou velhos conhecidos da seleção, como o zagueiro José María Giménez e o meio-campista Lucas Torreira. Lembrando, é claro, do atacante Maxi Gómez, que defende o Valencia.

(Foto: Divulgação/La Liga)

Ainda na capital, há outro atleta uruguaio bastante promissor, que faz bonito com a camisa do Real. Trata-se de Fede Valverde, querido pelo então técnico Zidane e que foi uma das estrelas da LaLiga na temporada passada. Nesta Copa América, o jogador terá como adversário os companheiros Vinícius Júnior, que cresceu bastante de produtividade nos últimos meses na capital espanhola; Éder Militão, zagueiro que realmente intensificou a presença em campo durante sua segunda temporada com Los Blancos; e Casemiro, que dispensa apresentações e até já foi até capitão da Seleção Brasileira.

O Brasil não será representado apenas por jogadores do Real Madrid. No já citado Barcelona, foi convocado o lateral-direito Emerson Royal, que fez grande temporada pelo Real Betis – mesmo clube de Claudio Bravo, chamado pela seleção do Chile, logo após retornar à LaLiga. E no atual campeão Atlético, os brasileiros Renan Lodi e Felipe também foram selecionados – assim como o argentino Ángel Correa, que está no clube de Madrid desde 2014.

Na seleção hermana, que ainda não divulgou sua convocação de forma oficial, ela ainda pode contar com nomes como os do lateral-esquerdo Marcos Acuña, do atacante Lucas Ocampos e de seu companheiro de posição Papu Gómez, ambos do Sevilla. Isso, sem falar nos nomes de Juan Foyth, defensor-central que trocou o Tottenham pelo Villarreal no último ano; o avançado Guido Carrillo, que se mudou de Southampton para o Elche; e o também defensor Nehuén Pérez, contratado pelo Granada.

Por fim, o Espanhol ainda será representado pelo meio-campista peruano Renato Tapia, que assinou no último verão europeu com o Celta de Vigo, vindo do Feyenoord; e pelo lateral-esquerdo equatoriano Pervis Estupiñán, recém-campeão da Liga Europa com o Villarreal. O jogador já conhece bem a Espanha, já tendo atuado por Granada, Almería, Mallorca e Osasuna entre 2016 e 2020.

Confira abaixo todos os 22 atletas:

Argentina: 7 jogadores

Marcos Acuña (Sevilla)

Ángel Correa (Atlético de Madrid)

Juan Foyth (Villarreal)

Lionel Messi (FC Barcelona)

Guido Rodríguez (Real Betis)*

Alejandro Gómez (Sevilla)*

Lucas Ocampos (Sevilla)*

*Presentes na lista prévia divulgada pelo técnico Lionel Scaloni

Brasil: 6 jogadores

Emerson Royal (Barcelona)

Renan Lodi (Atlético de Madrid)

Éder Militão (Real Madrid)

Felipe (Atlético de Madrid)

Casemiro (Real Madrid)

Vinicius Jr. (Real Madrid)

Uruguai: 6 jogadores

José María Giménez (Atlético de Madrid)

Ronald Araújo (Barcelona)

Lucas Torreira (Atlético de Madrid)

Federico Valverde (Real Madrid)

Maxi Gómez (Valencia)

Luis Suárez (Atlético de Madrid)

Chile: 1 jogador

Claudio Bravo (Real Betis)

Equador: 1 jogador

Pervis Estupiñán (Villarreal)

Peru: 1 jogador

Renato Tapia (Celta de Vigo)

*Seleções de Bolívia, Colômbia, Paraguai e Venezuela não possuem nenhum jogador da LaLiga*