<
>

Cruzeiro: Felipe Conceição diz que não tinha autonomia e dispara contra bastidores do clube após demissão

play
Presidente do Cruzeiro anuncia demissão de Felipe Conceição e pede desculpas ao torcedor: 'Inadmissível que seja eliminado nessa fase' (1:41)

Sérgio Santos Rodrigues falou após a eliminação do time mineiro para a Juazeirense (1:41)

Após ter a sua demissão do Cruzeiro oficializada nesta última quarta-feira (9), assim que a eliminação para o Juazeirense, na terceira fase da Copa do Brasil, foi confirmada, o técnico Felipe Conceição abriu o jogo sobre a sua saída. Através das redes sociais, o ex-comandante da Raposa revelou que não teve autonomia no trabalho e disparou contra os bastidores do clube mineiro.

"Gostaria de agradecer a oportunidade de trabalhar em um clube gigante como o Cruzeiro. Foram praticamente quatro meses de um intenso trabalho, onde buscamos construir e implementar um patrão de jogo protagonista, condizente com a história do clube", começou por dizer, através do Instagram.

"Não tenho dúvida que esse trabalho, com autonomia, traria um grande benefício ao clube a longo prazo. Desde o início respeitamos o momento financeiro delicado do clube, procurando montar um grupo compatível com o orçamento. Ao mesmo tempo permitindo que jovens tivessem espaço para o seu desenvolvimento no profissional", prosseguiu.

Conceição ainda revelou que houve "interferência" e "obstáculos" de outras partes do clube durante a sua passagem pelo Cruzeiro, mas não especificou quais.

"Nos surpreendeu, porém, o tamanho da influência e obstáculos que nos trariam outras partes do clube nesse processo de reconstrução. Sem autonomia para colocar em prática uma reformulação ainda mais profunda, nosso trabalho não teve uma base para se desenvolver como gostaríamos", disse o treinador, que concluiu.

"Depois de viver intensamente cada dia no Cruzeiro, torço ainda mais para que a instituição consiga se estruturar e equilibrar nas suas questões políticas e financeiras e que o clube possa voltar ao lugar que merece".

Após o adeus na Copa do Brasil, a Raposa agora focará 100% na disputa da Série B do Campeonato Brasileiro, única competição que ainda disputará até o fim da temporada. Na lanterna com duas derrotas consecutivas, o clube mineiro volta a campo pela competição neste sábado (12), quando recebe o Goiás pela terceira rodada.