<
>

Gigantes da Premier League vão pagar R$ R$ 142 milhões e topam perder até 30 pontos se insistirem em Superliga

play
Superliga: saiba o que é e entenda a 'guerra' que tomou conta dos bastidores do futebol europeu (1:31)

O novo torneio recebeu, antes mesmo da confirmação, uma resposta dura da Uefa, em parceria com Premier League, LaLiga e Serie A, que, na véspera do anúncio de novidades na Champions, ameaçou clubes e até jogadores que fizerem parte da iniciativa. (1:31)

Mesmo após desistirem formalmente, os clubes da Premier League que fizeram parte do lançamento do projeto da Superliga na Europa não passaram ilesos.

A liga multou Manchester United, Manchester City, Chelsea, Liverpool, Tottenham e Arsenal em 22 milhões de libras (cerca de R$ 157 milhões).

O valor será dividir entre as seis equipes que se vincularam inicialmente ao torneio.

A punição, neste momento, não resultará na perda de pontos pelos clubes na próxima edição do Campeonato Inglês. Essa medida, no entanto, será adotada caso aconteça a reincidência de algum dos times em projetos futuros da mesma natureza.

O acordo firmado nesta quarta-feira (09) entre o chamado Big Six e a Premier League prevê uma pena de 30 pontos e uma multa de 25 milhões de libras (cerca de R$ 178,5 milhões) caso se engajem em outro formato de liga paralela no futuro.

Com a participação dos seis ingleses citados, 12 clubes da Europa anunciaram em 18 de abril a criação de uma Superliga Europeia. Destes apenas três não confirmaram a desistência do projeto até agora: Real Madrid, Barcelona e Juventus.