<
>

Cruzeiro: Rômulo detona arbitragem e pede desculpas à torcida: 'A gente não pode ter duas derrotas seguidas em uma Série B'

O Cruzeiro segue com um começo muito mal na Série B. Dois jogos e duas derrotas. A segunda veio neste domingo (6), jogando em casa, diante do CRB. Os comandados por Felipe Conceição foram surpreendidos e perderam por 4 a 3.

Após a partida, o meia Rômulo, capitão da Raposa, pediu desculpas aos torcedores e afirmou ser inadmissível um clube como o Cruzeiro começar a Série B como está ocorrendo em 2021.

“Procuro sempre pensar bastante antes de dar qualquer tipo de declaração. A gente tem que assumir a responsabilidade. Um time como o Cruzeiro, a gente não pode ter duas derrotas seguidas em uma Série B. Isso é inadmissível. Diante de todos os torcedores que estão nos apoiando, a gente pede desculpas”, começou por afirmar o jogador ao Premiere.

Em seguida, o desabafo foi contra a arbitragem. Rômulo fez menção a um lance ocorrido na etapa final, em que os jogadores reclamaram que a bola havia entrado e citou um possível pênalti em cima de Airton na primeira rodada.

“Porém, a gente não pode ser prejudicado dessa forma. No primeiro jogo, na nossa estreia, teve um pênalti com cinco minutos de jogo no Airton que o juiz não deu. A gente teve uma reunião com o pessoal da arbitragem essa semana, eles falaram que quando erra é interpretativo, não pode errar sempre contra o Cruzeiro. A bola entrou nitidamente".

"É um erro que não pode acontecer. A gente está jogando uma coisa muito importante. É inadmissível um erro desses. Depois, no quarto gol, eu peguei a bola, ele deu a falta que originou o gol dos caras. Não podem ter tantos erros assim. Então, a CBF ou algum órgão competente tem que ver isso aí. Um juiz não pode errar em dois lances decisivos que ocorreu a nossa derrota”, finalizou.

Com nenhum ponto conquistado em dois jogos, o Cruzeiro está na lanterna da competição. Agora, os comandados por Felipe Conceição viram a chave para a Copa do Brasil. Na quarta (9), duelam com a Juazeirense, na Bahia, pela segunda partida da terceira fase do torneio.

Por ter vencido no Mineirão por 1 a 0 na última semana, o Cruzeiro se classifica com um empate. Qualquer vitória dos baianos por um gol de diferença leva a disputa da vaga nas oitavas às penalidades.