<
>

Jornal detalha 'milhões da discórdia' que envolvem Corinthians e travam saída de Pedrinho do Benfica

play
Copa do Brasil pode ser a única chance do Corinthians ganhar um título em 2021? (1:48)

Time paulista enfrenta o Atlético-GO nesta quarta-feira (2), pela Copa do Brasil, às 21h30 (1:48)

Benfica e Shakhtar Donetsk não se entendem para a saída de Pedrinho, segundo o jornal português "A Bola". Na quarta-feira, ao ESPN.com.br, o empresário do jogador, Will Dantas, afirmou que o negócio estava bem encaminhado.

Segundo a publicação europeia, "milhões da discórdia" travam o acerto. Os valores têm ligação com o negócio que foi feito com o Corinthians em 2020.

A reportagem afirma que o Benfica não aceita receber menos de 18 milhões de euros (R$ 111 milhões na cotação atual), o mesmo valor que aceitou pagar aos brasileiros, em seis parcelas - somente a primeira já foi paga.

A proposta do Shakhtar Donetsk seria no mesmo formato, dividido, assumindo as parcelas ainda pendentes com o Corinthians. O valor total do negócio seria de 15 milhões de euros (R$ 92,4 milhões).

E é aí que entra o impasse, segundo A Bola. Isso porque, cientes que o Benfica quer se desfazer do jogador, os ucranianos não pensam em subir a proposta. Enquanto os portugueses já chegaram a pedir 20 milhões de euros (R$ 123 milhões) pelo jogador nas conversas.

Essa cifra mais elevada incluiria, além da transferência, também possíveis bônus por objetivos. O Shakhtar, no entanto, não concorda e, segundo o jornal português, não aumentará sua oferta sequer para o valor mínimo de 18 milhões de euros exigido pelo Benfica.

O Corinthians, embora envolvido como interessado no negócio, não vê impacto direto em seus cofres no impasse. Isso porque, apesar de ter dinheiro a receber do Benfica, o clube já adiantou esses valores através de um fundo financeiro.