<
>

Copa do Brasil: Atlético-GO vence o Corinthians na Neo Química Arena e dá grande passo por vaga nas oitavas

Depois de estrear com derrota no Brasileirão, o Corinthians recebeu o Atlético-GO pela primeira partida da terceira fase da Copa do Brasil e sofreu novo revés para os goianos. Após vencer por 1 a 0 na estreia do Campeonato Brasileiro, o Dragão voltou a bater o Timão, dessa vez por 2 a 0.

Ronald abriu o placar aos nove minutos, após cruzamento de Dudu. O segundo veio aos 19. João Paulo, que já tinha feito boa jogada no primeiro, recebeu cruzamento de Ronald, em contra-ataque, e ampliou.

Situação do campeonato

Com o resultado, o Atlético-GO põe um pé nas oitavas de final da Copa do Brasil. Na próxima partida, que será disputada em Goiânia, tem a vantagem do empate e pode perder por até um gol de diferença que se classifica.

O cara: João Paulo

O camisa 10 do Dragão foi o nome do jogo. Fez boa jogada no primeiro gol, ao quebrar a linha corintiana achando Dudu, que deu assistência para Ronald.

No segundo, o meia apareceu bem na área, no contra-ataque, para receber cruzamento de Ronald e tirar de Cássio.

Foi mal: Camacho

Substituído aos 19 minutos da etapa final, o volante, que havia sido titular já na estreia do Brasileirão contra o Dragão, não deu dinâmica ao meio-campo e esteve bem abaixo em um Corinthians que, como um todo, foi mal.

Próximos jogos

O Corithians volta a jogar no domingo, em Minas Gerais, contra o América-MG, às 16h(Brasília), pelo Campeonato Brasileiro. Já o Atlético-GO encara o São Paulo, no sábado (5), às 19h, em casa.

Ficha técnica

Corinthians 0 x 2 Atlético-GO

GOLS: Ronald e João Paulo

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Gil, Raul e Lucas Piton; Camacho (Gabriel), Ramiro (Roni) e Araos (Jô); Luan (Léo Natel), Mateus Vital (Bruno Méndez) e Gustavo Mosquito. Técnico: Sylvinho.

ATLÉTICO-GO: Fernando Miguel; Dudu (Mateus Oliveira), Nathan Silva, Eder e Igor Cariús; Willian Maranhão, Marlon Freitas, Ronald (Arnaldo), João Paulo e Natanael (Lucão); Zé Roberto (Pablo Dyego). Técnico: Eduardo Barroca.