<
>

Conte deixa a Inter após título e insatisfação com diretoria

O casamento entre Inter de Milão e Antonio Conte chegou ao fim. Em um comunicado oficial, a equipe italiana informou a "rescisão consensual de contrato com o treinador".

"Todo o clube agradece a Antonio pelo extraordinário trabalho que realizou, que culminou na conquista do 19º Scudetto. Antonio Conte ficará para sempre na história do nosso clube", disse a Inter.

Com o plano da diretoria do atual campeão italiano é o de redução de gastos, o treinador ficou incomodado e saiu da equipe italiana.

Os donos do clube irão pagar 7 milhões de euros (R$ 45 milhões) pelo último ano de seu contrato. Segundo informação divulgada pelo canal "Sky Sports", da Itália, o favorito para o cargo é Simone Inzaghi, da Lazio.

O cenário de pandemia afetou bastante os cofres da Inter e, mesmo com o título italiano conquistado, a tendência é que o clube corte gastos, com redução de salários e venda de jogadores. Conte, que preza por uma equipe competitiva e ambiciosa, não gostou desse cenário.

O presidente e grande acionista da Inter, Steven Zhang, não tinha bom relacionamento com o treinador.

A grande meta da Inter é ter um saldo de 100 milhões de euros (cerca de R$ 652 milhões) com transferências nessa próxima janela e reduzir os salários em até 20%. Com isso, fala-se que está no plano da diretoria vender um grande jogador, como Romelu Lukaku e Lautaro Martínez, ambos titulares e especulados em outros clubes.

Com a Inter, Conte já chegou a uma final de Liga Europa (2019/2020) e conquistou um Campeonato Italiano (2020/2021) após 11 anos.