<
>

Presidente da FPF critica falas de Abel Ferreira: 'Não conhecia profundamente o tamanho e a força do Paulistão'

play
Auxiliar de Abel Ferreira elogia jogadores mais experientes após vitória: 'Fomos mais fortes, fomos a melhor equipe' (0:30)

Palmeiras bateu o Corinthians por 2 a 0 na Neo Química Arena e se classificou para a decisão do Paulistão (0:30)

O técnico Abel Ferreira, do Palmeiras, tem feito duras críticas à organização da atual edição do Paulistão.

O treinador afirmou que a FPF (Federação Paulista de Futebol) 'não quer saber' da competição e que, se necessário, a equipe alviverde disputará o torneio com o time sub-17 ou sub-20.

O presidente da FPF, Reinaldo Carneiro Bastos, falou sobre as declarações do comandante.

O mandatário disse que Abel poderia ter evitado essa maneira de se expressar, mas ressaltou que ele está se adaptando ao futebol brasileiro e que é preciso ter 'compreensão' com o português.

play
0:30

Auxiliar de Abel Ferreira elogia jogadores mais experientes após vitória: 'Fomos mais fortes, fomos a melhor equipe'

Palmeiras bateu o Corinthians por 2 a 0 na Neo Química Arena e se classificou para a decisão do Paulistão

“O Abel Ferreira é um jovem treinador, que já ganhou título e, não conhecia profundamente o tamanho e a força do Campeonato Paulista. O trabalho que ele fez foi correto, mas o que ele poderia ter evitado é a forma de se expressar, ‘laboratório’, ‘sub-17’, ‘sub-20’. Na minha opinião, ele poderia ter se colocado como ‘vou colocar o melhor que eu puder'”, afirmou à TV Gazeta.

“Em algumas oportunidades, eram os garotos mesmo que ele tinha à disposição, porque ele teve que dar férias a muitos jogadores para que eles descansassem. Então ele está se adaptando ao Brasil, chegou agora, é novo, tem um futuro grande pela frente e vai amadurecer e conhecer melhor o futebol brasileiro. Ele está no plano de adaptação e a gente precisa um pouco de compreensão com ele”, completou.

Reinaldo ainda reconheceu o calendário 'apertado' que o Verdão tem enfrentado neste início de temporada.

“Depois que o se tornou campeão da Libertadores, o Palmeiras foi o clube de São Paulo com o calendário mais apertado em relação aos outros clubes. A situação do Palmeiras é diferente da dos demais”, disse.

“Ele foi jogar o Mundial no Catar, teve jogos adiados aqui, depois teve que fazer o jogo da Supercopa e as duas partidas da Recopa Sul-Americana. Então o Palmeiras teve um calendário com uma dificuldade diferente da grande dificuldade dos outros clubes”, finalizou o mandatário.

play
0:37

Jogadores do Palmeiras fazem festa e comemoram vitória no dérbi e vaga na final nos túneis da Arena Corinthians; veja

Equipe alviverde venceu o maior rival e se classificou para a final do Campeonato Paulista | Twitter: @Palmeiras