<
>

São Paulo x Palmeiras: veja todas as vezes que rivais, com ou sem final, decidiram o Campeonato Paulista

A final do Campeonato Paulista de 2021 será mais um rico capítulo da rivalidade entre São Paulo e Palmeiras. Os times vão se enfrentar na quinta-feira, no Allianz, às 22h, e no domingo, no Morumbi, às 16h.

Esta será a 9ª disputa entre os clubes, já que o Choque-Rei já decidiu oito vezes o título estadual. Foram quatro troféus para o lado verde e quatro para o Tricolor, que tem a "vantagem" de ter ganho a única final direta, em 1992.

Há 29 anos, o Palmeiras iniciava o projeto Parmalat, com a contratação de algumas estrelas em ascensão do futebol brasileiro, e encarou o São Paulo, então campeão paulista e da Conmebol Libertadores, sob comando de Telê Santana.

O Tricolor venceu a primeira partida por 4 a 2, em 5 de dezembro, e a segunda por 2 a 1, em 20 de dezembro. Entre os jogos, ainda viajou ao Japão para bater o Barcelona, no dia 13, e conquistar o título mundial de 1992. Foram, portanto, duas taças no espaço de pouco tempo.

Nos confrontos anteriores, Palmeiras e São Paulo até chegaram a decidir o título, mas sempre em fórmula de pontos corridos, em que o clássico serviu para definir o campeão. E a vantagem é do Alviverde.

A primeira vez aconteceu em 1933, quando o Verdão, então chamado de Palestra Itália, venceu o São Paulo da Floresta por 3 a 2 e fechou a campanha com o título, dois pontos acima do rival.

A decisão seguinte, em 1942, foi sem dúvida a mais tensa. No Pacaembu, o Palmeiras fez 3 a 1 no São Paulo, na penúltima rodada, em clássico lembrado até hoje pela "Arrancada Heroica".

Isso porque o Verdão deixou de ser chamado de Palestra Itália, para tirar qualquer referência à Itália em meio à II Guerra Mundial. Havia um clima de ódio entre os clubes, que só cresceu quando o São Paulo deixou o gramado aos 19 minutos do segundo tempo, reclamando de um pênalti inexistente.

São Paulo e Palmeiras voltaram a disputar o título paulista em 1943, agora com título tricolor. A campanha é histórica para o time do Morumbi, já que a provocação da época, entre palmeirenses e corintianos, é que o Tricolor só seria campeão se a moeda "caísse de pé". E ela caiu.

O Palmeiras voltou a ser campeão contra o São Paulo em 1950 (empate por 1 a 1) e 1972 (empate sem gols), também no sistema de pontos corridos. Já o Tricolor venceu a disputa paralela em 1946 (vitória por 1 a 0 que garantiu o título na última rodada) e 1971, com outro triunfo por 1 a 0.

Em cenário nacional, só houve uma decisão, também indireta, entre os clubes. O Palmeiras foi campeão brasileiro em 1973 num quadrangular com São Paulo, Cruzeiro e Internacional. O título veio após empate por 0 a 0 no Choque-Rei.

Apesar de levar a pior em jogos decisivos no Estadual, o São Paulo tem mais sucesso em confrontos eliminatórios contra o Palmeiras do que o inverso. Os rivais se enfrentaram em 16 oportunidades, com classificação tricolor em 13 delas.

O último duelo foi em 2019, na semifinal do Paulistão. Nos pênaltis, o São Paulo bateu o Palmeiras e avançou à final, que perdeu para o Corinthians. Agora, o Choque-Rei vale título. Quem leva a melhor?