<
>

Tévez faz gol polêmico, Boca derrota River nos pênaltis e elimina rival da Copa da Liga Argentina

Boca Juniors e River Plate se enfrentaram mais uma vez em La Bombonera neste domingo (16). Com gol polêmico de Tévez, os xeneizes saíram na frente, mas Álvarez, de cabeça, garantiu o empate por 1 a 1 no tempo normal. Nos pênaltis, o Boca se saiu melhor com vitória por 4 a 2 e garanti vaga na semifinal da Copa da Liga Argentina.

Antes mesmo do início da partida, o duelo já começou quente por conta do grande número de desfalques no River por conta da COVID-19. Ao todo, o clube perdeu 14 jogadores, sendo quatro titulares e seus quatro goleiros.

Dentro de campo, os desfalques foram sentidos na parte inicial do duelo, marcada pelo domínio do Boca, que abriu o marcador aos 11 minutos, graças a gol de Carlos Tévez. O lance gerou reclamações pelos Millonarios por conta de um empurrão do atacante dentro da área para se livrar da marcação.

Depois disso, o time de Marcelo Gallardo passou a tentar controlar as ações da partida e criar ainda mais chances. O gol de empate chegaria aos 23 minutos do segundo tempo, quando Angileri cruzou para Julián Álvarez, que cabeceou no canto de Rossi.

Nas penalidades, Cardona chegou a perder cobrança bizarra de cavadinha para o Boca Juniors, mas Rossi se destacou e os xeneizes conquistaram a vitória depois de Buffarini converter a última cobrança.

Melhores momentos

Situação do campeonato

Com este resultado, o Boca se juntou a Independiente, Colón e Racing entre os classificados para as semifinais da Copa da Liga Argentina. Vale lembrar que o mata-mata da competição é disputado em partidas únicas. O rival na fase será o Racing de Juan Antonio Pizzi.

O craque: Carlos Tévez

Experiente e líder do time do Boca, Tévez foi quem marcou o gol da equipe no tempo regulamentar, mesmo com todas as reclamações por parte do River. Além disso, foi quem criou as principais chances da equipe ao longo do jogo. Ainda converteu sua cobrança na disputa.

Foi bem: Marcelo Gallardo

Mesmo sem entrar em campo, pode-se dizer que um dos caras do jogo foi o treinador do River, que, mesmo com muitos desfalques, incluindo todos os seus goleiros e quatro de seus titulares, conseguiu montar um time com jovens da base e jogou de igual contra o maior rival em uma partida decisiva.

Foi mal: Cardona

O colombiano experiente entrou na segunda etapa e, na disputa de penalidades, foi para cobrança e cobrou de cavadinha... mas não mandou bem. A bola foi fraca e Díaz conseguiu se recuperar para fazer a defesa.

Próximos jogos

No meio de semana, os dois times voltam a campo com jogos decisivos pela Conmebol Libertadores. Na quarta (19), o River receberá o Santa Fe, precisando vencer para assegurar a classificação, enquanto o Boca pega o The Strongest na quinta (20), precisando da vitória para seguir vivo no torneio.

Ficha Técnica

Boca Juniors 1x0 River Plate

GOLS: Carlos Tévez (Boca Juniors)

BOCA JUNIORS: Rossi; Buffarini, Izquierdoz, Rojo e Fabra (Más); Medina, Varela (Campuzano) e Almendra (Cardona); Pavón, Tévez e Villa. Técnico: Miguel Ángel Russo

RIVER PLATE: Díaz; Montiel, Maidana, Martínez e Angileri; Álvarez, Enzo Pérez (Paradela), Ponzio, Casco (Galván) e Carrascal (Beltrán); Fontana (Lucero). Técnico: Marcelo Gallardo