<
>

Real Madrid: Zidane quebra silêncio sobre futuro e indica adeus ao clube: 'Chega um momento em que tem que mudar'

O destino de Zinedine Zidane será longe do Real Madrid. Pelo menos foi o que o próprio treinador indicou neste sábado (15).

Na penúltima entrevista coletiva da temporada, o francês deixou no ar uma possível despedida do comando da equipe merengue. Ao ser questionado sobre o futuro, ele admitiu que em alguns momentos a mudança é boa para todas as partes.

"Chega um momento em que tem que mudar porque é bom para o todo. Há momentos em que tem que estar, e outros em que tem que ir pelo bem de todos", disse o comandante, que completou.

"É muito chata esta resposta. A verdade é que faltam dois jogos. Não sei o que vai acontecer, pode acontecer de tudo. Isto é o Real Madrid. Não me vejo além do dia a dia. Pensam que sairia porque fujo da responsabilidade ou porque as coisas se complicam. Jamais", afirmou o técnico.

Logo depois, Zidane foi perguntado mais uma vez sobre o tema. O questionamento da vez era: o que é mais fácil? Ele seguir como técnico ou o Real contratar Kylian Mbappé, do Paris Saint-Germain. E Zidane acabou incomodado por ter que repetir a resposta.

"É a verdade, não sei o que vai acontecer. Estou aqui, e amanhã vamos jogar, e faltará o último jogo. O resto, não sei, pode acontecer tudo. É o Real Madrid. Minha força é o dia a dia, não me vejo além do dia a dia. Não miro nem passado nem futuro, é o presente", finalizou.

Na última sexta-feira (14), o canal "TeleMadrid" afirmou que Zidane deixaria o comando técnico do Real ao fim da temporada. O time ainda busca o título, mas, dois pontos atrás do Atlético de Madrid, sabe que a missão é difícil faltando duas rodadas.