<
>

Suárez cutuca 'pessoas do Barcelona' e manda recado forte após temporada de brilho pelo Atlético de Madrid

play
Edmilson revela quais os dois atacantes mais difíceis de marcar que enfrentou na carreira (0:28)

Ex-jogador é o convidado da semana de André Plihal, no Resenha ESPN (0:28)

Fazendo uma grande temporada pelo Atlético de Madrid, onde pode inclusive conquistar o seu quinto título de LaLiga na carreira já neste fim de semana, o atacante Luis Suárez rompeu o silêncio sobre o seu momento atual. Em entrevista à revista "Club del Deportista", o camisa 9 lembrou das críticas que recebeu no Barcelona, e que culminaram na sua saída do clube, e ainda revelou seus planos para o futuro.

Sobre a saída do Barça, o uruguaio deu uma cutucada no ex-clube e disse que, ao fim da última temporada, ouviu críticas de que por conta da sua idade, 34 anos, não teria mais capacidade de atuar em alto nível. Entretanto, após a chegada ao Atleti, Luisito provou o contrário.

"Eu gosto de desafios. E vir aqui (para o Atlético) foi um grande desafio para mim em muitos sentidos. No ano passado, recebi críticas e disseram que eu não cheguei para conquistar coisas importantes, ou que no Barcelona não poderia competir em alto nível. E isso cria um desafio para você em um nível individual que faz você querer continuar mostrando que está na elite do futebol por uma razão, que por uma razão eu tenho demonstrado o tipo de jogador que sou há muitos anos. E experimentei isso como um grande desafio e com muito entusiasmo. Não me arrependo de jeito nenhum, pelo contrário, estou animado e ansioso para continuar demonstrando", começou por dizer.

Em relação à ausência da torcida no estádio, o camisa 9 falou sobre a vontade que tem de poder reencontrar os torcedores e que não imagina como será ter seu nome gritado no Wanda Metropolitano.

"Não, não consigo imaginar (meu nome sendo gritado no estádio). Vamos torcer para que chegue a hora, e seria incrível, pois sei que o torcedor do Atlético está muito agradecido pelo esforço que fazemos em campo. Trabalhamos muito para receber esse reconhecimento como grupo e para conquistar coisas, mas no nível individual que as pessoas te reconheçam é algo muito bom", prosseguiu.

Por último, o Pistoleiro ainda falou sobre os seus planos para o futuro e do sonho que tem de poder disputar mais uma Copa do Mundo com o Uruguai, agora no Catar, em 2022.

"Meu desejo é poder jogar a Copa do Mundo no Catar e depois é preciso perceber que chegou a hora de parar. Primeiro pela idade e depois pelos jovens que vêm depois, que eles tenham a possibilidade. Quando chegar a hora, tomaremos a decisão apropriada, embora presumindo que custe muito para o jogador, mas estou trabalhando nisso há muito tempo", finalizou.

Na atual temporada, Suárez tem 36 jogos disputados e 19 gols, o que o fazem artilheiro isolado do Atlético. Sem marcar há cinco jogos, o uruguaio espera poder dar fim à esta seca neste domingo (16), quando sua equipe recebe o Osasua, pela rodada 37 do Espanhol.