<
>

Crespo reclama de ter rival 48h mais descansado na semi e não descarta retorno de Daniel Alves, Luciano e Eder

Tratando abertamente o Campeonato Paulista como "Copa do Mundo", o São Paulo cumpriu o seu dever na noite desta sexta-feira. Jogando no Morumbi, a equipe goleou a Ferroviária por 4 a 2 no duelo de quartas de final do Estadual.

Gabriel Sara e Liziero fizeram 2 a 0 para o São Paulo no primeiro tempo, mas a Ferroviária diminuiu logo antes do intervalo com Renato Cajá, com uma cobrança de falta primorosa. No segundo tempo, o time da casa voltou com tudo e completou a goleada com gols de Igor Vinícius e Pablo, ambos com assistências de Benítez. Já no fim da partida, Mezenga fez o segundo dos visitantes.

O São Paulo volta a campo já no domingo, na semifinal do Paulista, contra o Mirassol, justamente para quem o time do Morumbi perdeu nas quartas de final, às 20h30 (Brasília).

Com isso, a equipe da capital terá menos de 48 horas de descanso entre quartas e semi. E ainda pega o Mirassol, que jogou as quartas contra o Guarani na quarta-feira, algo que não agradou o técnico tricolor, Hernán Crespo.

"Sinceramente, vamos enfrentar um rival que tem 48 horas a mais de descanso. Isso que a gente conquistou, ganhou no campo, a possibilidade de ter uma vantagem esportiva, e estamos chegando na semifinal que tem um adversário que tem 48 horas mais de descanso do que a gente que em 3 meses de trabalho ganhou em campo a vantagem esportiva. Seguramente não pretendia ter uma desvantagem, mas nos adaptaremos e iremos em busca da final domingo", analisou o argentino.

O técnico não deu indicações se irá conseguir escalar os mesmos atletas que estiveram em campo nesta sexta-feira. Crespo também não descartou os retornos de Daniel Alves, Luciano e Eder, lesionados.

"Não quero assumir riscos com Luciano, Dani e Eder. Veremos, vou falar com os médicos e tomaremos uma decisão em poucas horas".