<
>

Premier League: Liverpool encara United em clássico e tenta evitar rombo de pelo menos R$ 100 mi

Dizem que vencer um clássico contra o maior rival não tem preço. Pois, para o Liverpool, o inverso pode custar muito caro e comprometer quase que integralmente os planos da próxima temporada inteira.

Onze dias depois dos históricos protestos na porta de Old Trafford, os Reds encaram o Manchester United nesta quinta-feira (13), a partir das 16h15 (de Brasília), em partida atrasada da 34ª rodada da Premier League. A ESPN Brasil e o ESPN App transmitem ao vivo e com exclusividade.

O resultado em Manchester é primordial para o Liverpool ainda sonhar com uma classificação para a Champions League. Caso volte para Anfield com uma derrota na bagagem, Jürgen Klopp e companhia podem causar ao clube um rombo de 15 milhões de euros (aproximadamente R$ 100 milhões).

Esse é o valor que os clubes embolsaram pela Uefa só por disputar a fase de grupos da Champions na temporada 2020/21. Sem contar os 2,7 milhões de euros (R$ 17,3 milhões) a cada vitória ou mesmo os "apenas" 900 mil euros (R$ 5,7 milhões) por empate dentro da chave.

E os prêmios só crescem a partir daí. Ir às oitavas do maior torneio de clubes do mundo significa mais 2,7 milhões de euros (R$ 17,3 milhões) nos cofres, enquanto vaga nas quartas injeta outros 10,5 milhões de euros (R$ 67,3 milhões).

Somam-se a esses valores, que devem até ser atualizados para a próxima edição, a classificação às semifinais (12 milhões de euros, ou R$ 77 milhões) e ao menos o vice-campeonato, com prêmio de 15 milhões de euros (R$ 96 milhões), para entender por que o Liverpool não pode se dar ao luxo de ficar fora da festa em 2021/22.

Uma temporada longe da Champions impacta nos cofres, prejudica a montagem de um elenco mais forte, atrapalha a política de contratações e impede uma arrecadação maior, em um momento que a Inglaterra mostra-se preparada para deixar a pandemia de COVID-19 para trás.

Os comandados de Klopp ocupam atualmente o sexto lugar da liga, com 57 pontos, sete abaixo do Chelsea, que fecha a zona da Champions. A vantagem do Liverpool é ter dois jogos a menos que o concorrente, o que, em caso de duas vitórias, diminuiria a diferença para um ponto.

Só que perder em Old Trafford torna a classificação praticamente impossível, pois o Liverpool teria que tirar uma diferença de sete pontos com apenas mais nove a disputar. Nessas circunstâncias, nem o empate é tão bom negócio para o gigante.

Klopp e seus jogadores sabem disso, que o clássico de logo mais vai além da rivalidade e de três pontos na tabela. Por isso, esperam repetir os melhores momentos de uma temporada marcada por irregularidade, mas que agora dá sinais de recuperação. São seis jogos sem perder, com quatro vitórias e dois empates.

Já garantido na próxima Champions, o United vai com tudo para estragar os planos do rival, após poupar praticamente seu time inteiro contra o Leicester. Promessa de um grande clássico, que vale, para o Liverpool, pelo menos o sonho de R$ 100 milhões na conta.