<
>

Do 'não' a clube espanhol ao maior salário da história do futebol gaúcho: os bastidores do acerto entre Douglas Costa e Grêmio

play
Douglas Costa e uma fenomenal lambreta à la Falcão na Bundesliga; você lembra? (0:32)

Em 2015, com a camisa do Bayern, o brasileiro aplicou o drible no alemão Julian Brandt, do Leverkusen, quando a partida se encaminhava para o final. (0:32)

Douglas Costa está cada vez mais perto de retornar ao Grêmio. Conforme detalhou na tarde da última quarta-feira (12) reportagem da ESPN Brasil, o a diretoria negocia com o staff do atacante, e há otimismo para que ao atacante retorne em breve para o clube onde foi revelado.

Para cumprir seu objetivo de vestir novamente a camisa gremista, o jogador precisou fechar as portas à elite espanhola.

Segundo apuração, Douglas Costa recusou uma proposta do Atlético de Madrid com o objetivo de voltar ao Grêmio. A atitude do jogador, inclusive, frustrou o desejo da Juventus de usar o brasileiro como uma espécie de 'moeda de troca' no mercado para buscar reforços.

Cedido até o fim de junho ao Bayern de Munique, o atacante tem contrato em Turim até o fim da temporada 2021/22. Ciente de que não conseguirá negociar Douglas, a diretoria da Vecchia Signora deve encaminhar sua rescisão contratual, principalmente para aliviar a atual folha salarial.

play
0:32

Douglas Costa e uma fenomenal lambreta à la Falcão na Bundesliga; você lembra?

Em 2015, com a camisa do Bayern, o brasileiro aplicou o drible no alemão Julian Brandt, do Leverkusen, quando a partida se encaminhava para o final.

Enfrentando uma grave crise financeira potencializada pelo impacto decorrente da pandemia da COVID-19, a Juventus vem adotando caminho semelhante para ajustar seu elenco à nova realidade dos cofres.

Por isso o clube acertou recentemente a antecipação do fim dos contratos de nomes como Gonzalo Higuaín, agora Inter Miami, da MLS, e Sami Khedira, que defende atualmente o Hertha Berlin na Bundesliga.

A expectativa de pessoas envolvidas na negociação, ainda segundo apuração, é de que a rescisão contratual entre Douglas Costa e Juventus aconteça até a sexta-feira (14).

Para seduzir o atacante a retornar a Porto Alegre a diretoria do Grêmio faz esforços financeiros importantes. Além de um valor de R$ 1 milhão de luvas como premiação pelo acordo, o Imortal oferece ao jogador o maior salário da história do futebol gaúcho: R$ 1,8 milhão por mês.

Este valor ainda pode crescer com a obtenção de metas de produtividade no decorrer do contrato com o jogador de 30 anos, que deixou o clube em 2010 rumo ao Shakhtar Donetsk, da Ucrânia.