<
>

Barcelona se 'autodestrói' e dá 'adeus imperdoável' ao título: jornais não perdoam e detonam time 'sem espírito'

O Barcelona ficou mais distante do título de LaLiga depois de empatar com o Levante em 3 a 3, nesta terça-feira (11), pela 36ª e antepenúltima rodada da competição. Com o resultado, o clube catalão agora precisa de tropeços de Atlético de Madrid e do Real Madrid para sonhar com a conquista do campeonato.

Os culés chegaram a abrir dois gols de diferença no primeiro tempo e permitiram a reação dos anfitriões, que igualaram o placar em apenas em 14 minutos. Por conta do amargo resultado, os jornais espanhóis não perdoaram e detonaram a atuação dos catalães.

O jornal AS já considera o Barcelona 'eliminado' da briga pelo título de Laliga e frisou que o time permitiu se autodestruir como nunca aconteceu antes.

''O Barcelona foi eliminado da luta pela LaLiga da maneira mais dolorosa. Depois de dominarem o primeiro tempo por 2 a 0, os homens de Koeman faltaram ao início do segundo, deixaram o duelo empatar e quando fizeram o mais difícil e assumiram a liderança, o caos voltou a dominar. Os blaugranas que se permitiram ser amarrados em um exercício de autodestruição nunca antes visto e acabou empatando'', criticou o jornal.

Já o Mundo Deportivo, destacou em sua manchete o 'adeus imperdoável ao título' de um 'Barcelona sem ânimo'.

''O Barça acabou jogando a LaLiga ao mar a duas rodadas do final. Deixou dois pontos depois de ter saído na frente na primeira parte com um 2 a 0 aparentemente confortável, com gols de Messi e Pedri, ao permitir ao Levante entrar no jogo que, quase sem querer, empatou primeiro com gols de Melero e Morales e, depois de uma nova vantagem graças a Dembélé (incompreensivelmente substituído), ele novamente empatou em um gol de Sergio León com o Barça afundado em um mar de contradições e misérias'', começou por afirmar.

''Não há explicação para o que aconteceu , a não ser a impotência de uma equipe sem alma, sem ilusão e sem defesa'', afirmou o jornal.

Com o tropeço, o Barcelona continua na vice-liderança de LaLiga,com 76 pontos, um a menos que o Atlético, que ainda enfrenta o Real Sociedad. O Real Madrid, que tem 75, encara o Granada fora de casa e pode ultrapassar os culés.