<
>

Paulistão: Corinthians 'barra' dupla de destaques e enfrenta adversário desfalcado por vaga na semifinal

Corinthians e Inter de Limeira abrem nesta terça-feira (11), às 16h (de Brasília), a fase decisiva do Campeonato Paulista. Quem passar do confronto na Neo Química Arena garantirá a primeira vaga na semifinal.

O favoritismo todo pende para o lado mandante, por ter a segunda melhor campanha na fase de grupos e, claro, pela tradição. E a diferença entre os times talvez tenha aumentado ainda mais pelos desfalques da Inter, causados pelo próprio Corinthians.

Dois titulares da equipe de Limeira estão impedidos de jogar por pertencerem ao Timão. São eles o lateral-direito Matheus Alexandre e o meio-campista Thiaguinho, que atuaram em 8 e 11 jogos da Inter, respectivamente.

Revelado pela Ponte Preta, Matheus Alexandre foi comprado pelo Corinthians em 2019, mas nunca atuou pelo time de cima, só na equipe sub-23. Renovou contrato até dezembro de 2023 antes de ser cedido à Inter, onde se destacou apesar da pouca idade (22 anos).

"Para mim uma das revelações do campeonato. Fez quatro ou cinco jogos que chamaram atenção. Moleque do bem, é de Marília, família humilde. É do Corinthians e a informação que eu tenho é que ele deve retornar para fazer parte do grupo do Brasileiro", disse o atacante Roger, veterano com passagens por vários clubes brasileiros, em entrevista ao jornalista Jorge Nicola.

Thiaguinho, por sua vez, teve chance de atuar no Corinthians, após se destacar pelo Nacional, em 2018. Foram 11 jogos com a camisa do Timão, mas sem impressionar, a ponto de ser liberado para defender Oeste, Botafogo e CRB na sequência.

Nenhum dos dois estará em campo, mas a Inter promete impor dificuldades ao Corinthians. Sob comando de Thiago Carpini, o time de Limeira venceu seis dos 12 jogos da primeira fase, entre eles o Palmeiras, no Allianz Parque. Agora, buscará uma vaga na semifinal mesmo diante de um dos favoritos ao título.

"Do meio para o final, nós jogamos o melhor futebol [entre os times do interior], de jogo apoiado, perde e pressiona, não dando chutão, sem ser covarde, tentando enfrentar. É louvável o trabalho do Thiago Carpini na Inter de Limeira", destacou Roger.