<
>

Paulistão: Santos vence 'final', espanta risco de rebaixamento e empurra São Bento para a Série A2

A torcida do Santos pode respirar aliviada e aproveitar o resto do Dia das Mães com tranquilidade. Mesmo sem Marinho, machucado, o Peixe resolveu seus problemas ainda no primeiro tempo, venceu o São Bento por 2 a 0 neste domingo (9), na Vila Belmiro, e garantiu a permanência na elite do Campeonato Paulista.

Os gols saíram na reta final da primeira etapa. Depois de um começo para lá de tenso, em que o nervosismo atrapalhava cada movimento da equipe, o Santos achou dois gols, um aos 40 minutos, de Lucas Braga, e outro aos 46, com Kaio Jorge. O São Bento tentou pressionar no segundo tempo, mas nada conseguiu.

Com este resultado no confronto direto, o Santos saltou para 13 pontos e fechou sua participação no Estadual em terceiro lugar no Grupo D, atrás dos classificados Mirassol e Guarani. O time alvinegro precisava de um simples empate em casa para evitar o inédito rebaixamento à segunda divisão do Paulista.

Quem jogará a Série A2 em 2022, no fim, será o São Bento. A equipe de Sorocaba precisava bater o Santos para garantir a permanência na divisão, mas, apesar de um começo sem sustos, viu o plano se dissolver com dois gols quase na sequência. O Bentão encerra como penúltimo colocado, com nove pontos, só acima do São Caetano.

A proximidade dos times na tabela e a necessidade de vitória renderam um começo absurdamente tenso na Vila Belmiro. Desfalcado, com técnico interino e também com Conmebol Libertadores pela frente, o Santos assumiu o protagonismo, mas claramente sem executar as jogadas da melhor maneira por conta do nervosismo.

O primeiro chute saiu só aos 20 minutos, em que Pirani, da entrada da área, parou em boa defesa do goleiro Luiz Daniel. Ainda que beneficiasse mais o Santos, o empate não incomodava tanto o São Bento, que adotou uma postura mais conservadora logo de cara. Tanto que nem a gol chutou no primeiro tempo.

Só que a fragilidade custou caro. Bastou um erro, o primeiro do São Bento, para o Santos tomar as rédeas. Lucas Braga recebeu dentro da ára, aproveitou a bagunça da defesa e bateu forte, cruzado, sem chance de defesa. Depois, em um contra-ataque puxado por Ângelo na ponta direita, Kaio Jorge só fez o papel de centroavante.

O segundo tempo, diante de tudo que aconteceu pouco antes do intervalo, foi quase que protocolar. O São Bento tentou ser mais ofensivo, já que precisava de uma difícil virada, só que o máximo que conseguiu assustar foi em duas pancadas de Daniel Costa, uma defendida por João Paulo e outra na trave.

Ficha técnica

Santos 2 x 0 São Bento

GOLS: Lucas Braga e Kaio Jorge

SANTOS: João Paulo; Pará, Kaiky, Luan Peres e Felipe Jonatan; Vinícius Balieiro (Ivonei), Jean Mota (Anderson Ceará) e Gabriel Pirani (Kevin Malthus); Ângelo (Copete), Kaio Jorge (Marcos Leonardo) e Lucas Braga Técnico: Marcelo Fernandes

SÃO BENTO: Luiz Daniel; Gabriel (Mateus Santos), Dirceu, Bruno Leonardo e Julinho; Fábio Bahia (Ruan), Escobar (Victor Guilherme) e Daniel Costa; Geovane Itinga (Allan Dias), Diego Tavares e Kayan (Ítalo) Técnico: Marcelo Cordeiro

Estatísticas

São Bento passou todo o 1º tempo sem chutar a gol

Lucas Braga faz o 3º gol nos últimos 4 jogos do Santos em 2021

3º gol de Lucas Braga, artilheiro do Santos no Paulistão

Com 3 gols no ano, Kaio Jorge chega a 12 em 66 jogos pelo Santos

Torida do São Bento levantou pouco mais de R$ 5,3 mil para incetivar jogadores a escapar do rebaixamento


Classificação

Santos: 3º do Grupo D, com 13 pontos (13º no geral)

São Bento: 4º do Grupo B, com 9 pontos (15º no geral)


Próximos jogos

O Santos volta a jogar nos próximos dias. O São Bento aguarda o calendário da Série D:

  • Terça-feira, 11/05, 19h15*, Santos x Boca Juniors, Conmebol Libertadores

*horário de Brasília