<
>

Além de 'torcer' pelo Corinthians, veja o que o Palmeiras precisa fazer para se classificar no Paulista

No clássico da penúltima rodada da fase de grupos do Campeonato Paulista, o Palmeiras venceu o Santos por 3 a 2 nesta quinta-feira e manteve a sua chance de classificação às quartas de final.

Para isso, porém, o time alviverde terá que torcer pelo seu maior rival na última rodada, além de fazer sua parte, já que não depende mais de si para avançar à próxima fase.

Com o resultado desta quinta, o Palmeiras vai aos 18 pontos no grupo C e segue em terceiro, porém com um ponto a menos que o Novorizontino a uma rodada do fim.

Na rodada final, no domingo, o Novorizontino enfrenta o já classificado Corinthians, em Itaquera, e o Palmeiras pega a Ponte Preta em Campinas.

Se o Corinthians vencer ou empatar com o Novorizontino, cabe ao Palmeiras apenas fazer sua parte e bater a Ponte para avançar.

No entanto, o Palmeiras tem a possibilidade de se classificar até com um empate, desde que o Novorizontino perca do Corinthians por dois ou mais gols de diferença. Por exemplo, se o Verdão fica no 1 a 1 com a Ponte, e o Timão faz 3 a 1, a equipe alviverde passa, já que nesse momento o saldo de gols, segundo critério de desempate, está 6 a 5 para o time do interior.

Se o Novorizontino perder por um gol de diferença do Corinthians, o Palmeiras poderia também avançar com um empate, desde que faça ao menos dois gols a mais que seu rival na última rodada. Por exemplo, se o Timão vence por 2 a 1, e o Verdão faz 3 a 1, a equipe alviverde passa, já que o Novorizontino tem vantagem nos gols marcados (16 a 15), terceiro critério de desempate, no momento.

Mas se o número de pontos, saldo de gols e gols marcados ficarem iguais, o Palmeiras precisa que seu rival leve pelo menos mais três cartões amarelos. Neste momento, o alviverde tem 19 cartões amarelos, contra 17 da equipe do interior.

Em caso de empate em pontos, saldo de gols e gols marcados, quem tiver o menor número de cartões amarelos avança. Se persistir a igualdade, o menor número de cartões vermelhos é o último critério antes de um sorteio na FPF.

O Palmeiras tem um cartão vermelho no Paulistão, enquanto o Novorizontino não tem nenhum.