<
>

Internacional: Taison revela o que conversou com Ramírez antes de estreia e agradece gesto de Dourado

O Internacional não tomou conhecimento do Olimpia na noite desta quarta-feira (5) e goleou o rival paraguaio por 6 a 1 pela Conmebol Libertadores. A partida ainda ficou marcada pela reestreia de Taison com a camisa do Colorado.

O camisa 10 da equipe retornou ao clube depois de 11 anos e, iniciando a partida como titular, utilizou a braçadeira de capitão, cedida por Rodrigo Dourado. Após a partida, o jogador agradeceu o gesto.

“Eu agradeço ao Rodrigo, ele chegou em mim ontem e disse que eu seria o capitão. Agradeço ao respeito. O grupo me abraçou, me deixaram feliz. Gostei do meu desempenho, do grupo todo. A palavra de hoje é gratidão a voltar a jogar no meu clube e agradecer pela vitória”, disse.

Outro assunto abordado por Taison foi a relação com o técnico Miguel Ángel Ramírez. O meia-atacante elogiou o comandante e revelou como foram as conversas antes da partida.

“Tivemos duas, três conversas. Trabalhamos bastante posicionamento. Mister deixa a gente falar, conversar, sentir à vontade no campo. Dá confiança a todos para jogar. Fiquei muito tempo fora, 11 anos e meio, já estou me adaptando. Equipe me ajudando, comissão. Temos que seguir trabalhando e focados”, afirmou.

“No dia a dia converso com o Mister. Me sinto bem jogando por dentro, por fora. Mas, isso quem decide é ele. Onde pensar em me colocar, estarei à disposição”, completou.