<
>

United e Arsenal defendem 'domínio inglês' e tentam repetir o que futebol europeu só viu acontecer uma vez

play
Chelsea e Manchester City farão a 3ª final inglesa de Champions da história; relembre as outras duas (2:00)

Duelo entre os dois times será no dia 29 de maio (2:00)

A quarta-feira (5) confirmou uma final tipicamente inglesa na Champions League, com o Chelsea derrotando o Real Madrid por 2 a 0 e se juntando ao Manchester City, que eliminou o PSG um dia antes, na decisão do dia 29 de maio, em Istambul.

Nesta quinta (6), Manchester United e Arsenal podem fazer o mesmo na Europa League e conseguir um feito que aconteceu somente uma vez no futebol europeu.

Os Red Devils encaram a Roma, com transmissão ao vivo e exclusiva do FOX Sports, enquanto os Gunners duelam com o Villarreal, ao vivo na ESPN Brasil e no ESPN App. A bola rola para os dois jogos às 16h (de Brasília).

A missão do United é mais fácil, por ter goleado na primeira partida em Old Trafford, por 6 a 2. Assim, pode até perder por três gols de diferença que avança. O Arsenal, por sua vez, perdeu fora de casa para o Submarino Amarelo, por 2 a 1, e precisa de um triunfo magro por 1 a 0, em Londres, para seguir adiante.

Caso os ingleses avancem nesta tarde, eles repetirão o que fizeram em 2019. Na ocasião, Liverpool e Tottenham decidiram o titulo da Champions, que ficou com o Reds, enquanto Chelsea e Arsenal se enfrentaram na Europa League, em uma final que acabou em goleada dos Blues por 4 a 1.

Foi a única vez que as finais dos dois principais torneios da Europa reuniu apenas times do mesmo país.

Se levarmos em conta os torneios separados, isso já aconteceu com mais frequência. Na Champions, foram sete finais 100% caseiras: três espanholas (Real Madrid x Valencia em 2000 e Real Madrid x Atlético de Madrid em 2014 e 2016), duas inglesas (Manchester United x Chelsea em 2008 e Tottenham x Liverpool em 2019), uma italiana (Milan x Juventus em 2003) e uma alemã (Bayern de Munique x Borussia Dortmund em 2013).

play
2:52

O fatídico pênalti perdido por Riquelme em Villarreal x Arsenal sob olhares de Juan Pablo Sorin

Em abril de 2006, no El Madrigal, Riquelme teve a chance de levar a equipe espanhola à prorrogação contra os Gunners... mas a penalidade cobrada pelo astro argentino parou em Jens Lehmann; relembre!

Na Europa League, o fenômeno aconteceu dez vezes.

Veja abaixo os anos e as decisões:

1971/72 - Tottenham x Wolverhampton

1979/80 - Eintracht Frankfurt x Borussia Monchengladbach

1989/90 - Juventus x Fiorentina

1990/91 - Inter de Milão x Roma

1994/95 - Parma x Juventus

1997/98 - Inter de Milão x Lazio

2006/07 - Sevilla x Espanyol

2010/11 - Porto x Braga

2011/12 - Atlético de Madrid x Athletic Bilbao

2018/19 - Chelsea x Arsenal