<
>

Flamengo retorna ao Rio após missão cumprida no Equador

A delegação do Flamengo desembarcou no Aeroporto do Galeão na manhã desta quarta-feira. Na bagagem a vitória por 3 a 2 sobre a LDU na noite anterior, na altitude de Quito. O resultado deixou a equipe com a classificação encaminhada para a próxima fase da Libertadores.

Os jogadores foram liberados para passarem o dia de folga e retornam ao trabalho na tarde desta quinta-feira, no Ninho do Urubu. O dia será de trabalhos de recuperação e na sexta será definido o time que jogará no fim de semana, pelo Carioca.

“Aqui a gente tenta vencer o próximo jogo. Independente de qual campeonato, independente contra quem seja. Agora eu não vou ter condições de falar do jogo de sábado no dia de hoje, acabando o jogo com todos os atletas que participaram exaustos. É preferível fazer uma avaliação a partir de quinta-feira, quando estivermos no Rio de Janeiro recuperando os jogadores. Sexta-feira começamos a montar a equipe que enfrenta o Volta Redonda no sábado”, afirmou o técnico Rogério Ceni ainda no Equador.

Na noite deste sábado, o Rubro-Negro vai enfrentar o Volta Redonda pelo jogo de volta das semifinais. O jogo será no Maracanã e o Flamengo tem a vantagem de poder perder por até três gols de diferença.

Na Libertadores, o time voltará a atuar na próxima terça, no Chile, contra o Unión La Calera.

Na saída dos jogadores no Aeroporto, o atacante Everton Ribeiro comemorou o bom momento da equipe. Com 100% de aproveitamento, o Flamengo lidera o grupo G com 9 pontos, cinco de vantagem sobre a LDU.

“É um processo que o Flamengo veio formando. Hoje está colhendo os frutos. Esperamos continuar nesta pegada, querendo sempre mais, este é o espírito do grupo. Buscar sempre melhorar, buscar os títulos. É o que pensamos em fazer nesta temporada”, disse o camisa sete.

A tendência é que Rogério Ceni escale uma equipe alternativa diante do Voltaço, assim com no sábado passado. Dois jogadores, entretanto, preocupam para a sequência da temporada. O goleiro Diego Alves deixou o jogo no intervalo após reclamar de um desconforto na coxa. Já o lateral Renê acusou um problema no posterior da coxa direita após um pique em campo.